Esporte

UFC altera estrutura de pagamento de patrocinadores a atletas

Ag. Fight

Ag. Fight

23/12/2017 13h57

O UFC anunciou pequenas alterações no método de pagamento dos seus lutadores para 2018. A maior organização de MMA do mundo reformulou a tabela de remuneração do seu principal patrocinador, a Reebok. A nova ordem de faturamento prevê um aumento no repasse aos atletas recém-chegados ao Ultimate, mas mantém os valores para aqueles que possuem mais combates no evento.

Antes, o valor mínimo recebido pelos lutadores que possuíam até cinco confrontos no octógono era de 2.500 dólares (aproximadamente R$ 8.300) por luta. Com a nova fórmula de pagamento, os atletas com até três atuações passam a receber o patrocínio de 3.500 dólares (pouco mais de R$ 11 mil) por combate. Já aqueles entre quatro e dez lutas no UFC ganharão 5 mil dólares (em torno de R$ 16 mil).

O anúncio foi feito por Lawrence Epstein, diretor de operações do Ultimate, em entrevista ao canal americano 'ESPN'. Ele ainda revelou que o restante permanecerá do mesmo modo, ou seja, aqueles que possuírem de 11 a 15 confrontos pela organização receberão 10 mil dólares (cerca de R$ 33 mil). Atletas com 16 a 20 combates ganharão 15 mil dólares (aproximadamente R$ 50 mil) e os com 21 lutas ou mais terão o pagamento de 20 mil dólares (acima de R$ 66 mil).

Os lutadores que subirem ao octógono para disputar o cinturão de suas respectivas categorias continuarão a receber 30 mil dólares (em torno de R$ 100 mil) e os campeões ficam com 40 mil dólares (mais de R$ 134 mil). Segundo Epistein, a principal finalidade da reorganização do contrato com a Reebok foi "dar aos nossos lutadores com poucas lutas uma melhora. Sentimos que isso é o mais impactante e significativo jeito de conseguir mais dinheiro para os nossos atletas".

A mudança prevê também que alguns atletas considerados de alto nível contratados pelo Ultimate receberão um "kit de patrocínio" extra, comporta por receitas de outros anunciantes como o energético Monster Energy.

A novidade também prevê que os lutadores reservem até quatro dias para participarem de promoções de eventos na mídia, além de estarem disponíveis por pelo menos uma hora em coletivas após os eventos. Além disso, os atletas que estiverem na luta principal e no co-main event do show devem permitir que o UFC tenha imagens dos seus treinos por até oito dias antes de seus confrontos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo