Topo

MMA

Covington diz que foi ameaçado de morte por ter contado final de Star Wars

Leandro Bernardes/Framephoto
Colby Covington provoca torcida após vencer Damian Maia Imagem: Leandro Bernardes/Framephoto

Ag. Fight

24/12/2017 08h00

 

O novo filme da saga "Star Wars", "Os Últimos Jedi", estreou no último dia 15 de dezembro no mundo todo. E, apesar de muitos fãs estarem ansiosos para ver mais uma produção da franquia, Colby Covington não sentia o mesmo, tanto que o lutador usou o seu Twitter para contar o que acontecia no final do longa. E isso parece ter irritado bastante parte de seus fãs e seguidores.

O lutador revelou, em entrevista ao programa 'BJPenn Radio', que recebeu mensagens que pediam que o Estado Islâmico bombardeasse a sua casa no estado do Oregon (EUA) para matá-lo juntamente com a sua família como forma de vingança por ter contado o final do mais recente episódio de Star Wars. Mas nada disso assustou ou fez com que o atual número três do ranking oficial dos meio-médios (77 kg) demonstrasse algum tipo de arrependimento.

"Vamos ser honestos. Star Wars é para nerds e virgens. Eu fiz um favor. Eles deveriam estar me agradecendo e não me mandando ameaças de morte. E não, não assisti o filme. Eu estava transando. Todas as pessoas que me odeiam são virgens, então é fácil destruir as suas vidas patéticas. Fala sério. Eu não tenho duas horas e meia para gastar na p... da minha vida com um filme retardado como esse. Prefiro arruiná-lo para todos os nerds e virgens no mundo. São todos que me odeiam. Eu recebi ameaças de morte. As pessoas estão dizendo que vão jogar uma bomba na minha casa, no Oregon. As pessoas estão dizendo que esperam que o Estado Islâmico queime a minha família e tudo mais. Isso mesmo, o Estado Islâmico", revelou o atleta.

Ultimamente, Covington tem chamado a atenção por se envolver em polêmicas desde a sua breve passagem pelo Brasil, quando encarou Demian Maia no co-main event do UFC São Paulo. Na época, o americano chamou todos os brasileiros de "animais imundos". Entretanto, o principal alvo do 'Caos' tem sido o atual campeão dos meio-médios, Tyron Woodley, que é constantemente desafiado pelo lutador.