Topo

MMA

Treinador reclama de desconfiança sobre peso de Nurmagomedov

AP Photo/Julio Cortez
Khabib Nurmagomedov comemora vitória sobre Michael Johnson no UFC 205 Imagem: AP Photo/Julio Cortez

Ag. Fight

24/12/2017 09h00

 

Depois de ficar mais de um ano sem subir ao octógono, Khabib Nurmagomedov se prepara para fazer o seu retorno ao UFC no último evento do ano.. Será no dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA), que o russo enfrentará Edson Barboza pela divisão peso-leve (70 kg) no co-main event da noite. E apesar de toda a preparação do atleta, as pessoas ainda questionam o atual número um do ranking sobre os problemas que enfrentou com o corte de peso em março passado.

O russo deveria ter atuado no UFC 209 diante de Tony Ferguson pelo cinturão interino da categoria. Mas Khabib teve dificuldades com o corte de peso para e precisou se retirar do card às vésperas do evento para tratar de um problema nos rins. Por isso, perto de retornar ao maior torneio de MMA do mundo, o atleta tem sido perguntado sobre a sua estratégia para atingir os 70 kg limites da categoria constantemente, e isso está irritando o seu treinador, Javier Mendez.

"Na última vez, as pessoas estavam falando coisas desastrosas sobre o corte de peso dele. Falavam que ele não ia bater o peso, porque o seu adversário falava que ele não conseguiria e debochava disso. Ele estava cumprindo o cronograma, mas o corpo dele falhou. Quantas vezes você vê um lutador se preparar para uma luta e, de repente, pedras nos rins aparecem ou algo do tipo? Esses problemas têm a ver com a questão toda de perder peso, mas não é que ele não ia bater o peso. Porque ele ia, ele estava fazendo tudo normalmente", defendeu o treinador, em entrevista ao programa 'Submission Radio'.

"Ele não gosta de dizer nada sobre isso e ele ainda não vai falar nada sobre isso. E toda essa m*** de tiramisu. Ele não come essas coisas, nunca comeu. Ele está com um monte de lutadores que não estão no camp e não estão lutando, então eles não podem comer porque o Khabib não pode? Isso é burrice. Muitas coisas estão sendo inventadas em relação a uma coisa que nem existe".

Depois disso, Ferguson foi novamente escalado para disputar o cinturão interino da categoria no último mês de outubro, no UFC 216. Mas dessa vez contra Kevin Lee. O americano conquistou o título e aguarda o seu confronto com Conor McGregor para unificar a divisão. Por saber que o duelo com o irlandês seria mais rentável do que se fosse com o seu pupilo, Mendez garantiu que entende a postura do 'El Cucuy' em preferir o campeão linear ao russo.

"Isso é verdade, eles ofereceram o Tony. O Tony, quando ele estava indo para o ouro, dizia: 'Vou defender, vou fazer isso, vou fazer aquilo'. Mas, na verdade, ele é o lutador, mas ele tem um cara de negócios o administrando. E estão fazendo um ótimo trabalho. Tudo se trata de: uma vez que você atinge o topo, onde o Tony está, então você deve tomar sábias decisões que fazem mais sentido. Uma luta com o Khabib ou uma luta com o Conor? Era o que o Dana estava falando, todo mundo estava falando, se você tivesse no lugar do Tony, o que você faria? Você não vai lutar com qualquer um e tanto faz. Não, ele vai tentar se colocar em uma situação favorável, que é o Conor. Você não pode culpá-lo, e eu não o culpo", assegurou o treinador.

Khabib estreou no UFC em 2012 e tem conseguido sustentar o seu cartel invicto no octógono. O atleta tem 24 vitórias como profissional, sendo que em 16 ocasiões saiu vitorioso depois de aplicar um nocaute ou uma finalização.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!