Topo

MMA

John Lineker deixa UFC 219 por infecção no dente: "Me sinto péssimo"

Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
John Lineker (esq.) troca golpes com Francisco Rivera, em combate no UFC 191, neste sábado (5); o brasileiro venceu o norte-americano por finalização Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Ag. Fight

25/12/2017 10h29

O UFC 219 acontecerá no próximo dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA). O último evento de 2017 contará com alguns brasileiros importantes escalados para o seu card, mas um deles precisou se retirar do show. Pela divisão peso-galo (61 kg), John Lineker iria enfrentar Jimmie Rivera no card principal, mas devido a um problema de saúde cancelou a sua participação nesta edição.

Em função de uma infecção no dente, o brasileiro não poderá mais atuar no evento. De acordo com o site 'MMA Fighting', Lineker deverá passar por uma cirurgia de emergência e deve estar apto para voltar a treinar em três semanas, o que não será suficiente para o evento deste sábado. Em um comunicado ao site 'MMA Junkie', o lutador escreveu que começou a sentir dores no início da semana e chegou a viajar para Las Vegas para permanecer no evento. O atual número seis do ranking oficial do UFC garantiu que gostaria de remarcar este confronto para quando estiver apto de novo.

Lineker entrou no card depois que Dominick Cruz se lesionou, em novembro passado.  Com a saída do brasileiro da edição 219 do show, o UFC busca um adversário de última hora para Rivera.

O último confronto de Lineker foi no UFC São Paulo, no último mês de outubro. 'Mão de Pedra' venceu Marlon Vera por decisão unânime dos juízes laterais depois de dez meses afastado do octógono em função de uma cirurgia no maxilar. O brasileiro tem 11 vitórias pela maior organização de MMA do mundo e foi derrotado em três oportunidades.

Leia o comunicado de Lineker na íntegra:

"Estou muito triste em ter que me retirar da minha luta com Rivera. Senti um pouco de dor no começo da semana e fui ao dentista. Realizei o tratamento, mas a dor ficou pior. Vim para Las Vegas mais cedo e tentei continuar na luta, mas foi impossível.

Gostaria de me desculpar com Rivera. Sei o quanto é ruim quando isso acontece. Quero me desculpar com Sean Shelby e com o UFC. Implorei a eles por uma luta, eles concordaram e agora me sinto péssimo em ter que me retirar. Preciso me desculpar com os fãs também.

Sei que teria sido uma ótima luta e todo mundo estava ansioso por isso. Espero que Rivera e o UFC concordem em remarcar este confronto, assim que eu puder lutar de novo".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!