Topo

Esporte

Shevchenko garante que sabia que Joanna Jedrzejczyk perderia reinado

Ag. Fight

Ag. Fight

27/12/2017 14h09

Rose Namajunas nocauteou Joanna Jedrzejczyk ainda no primeiro round no UFC 217, ocorrido em novembro passado, em Nova York (EUA), e surpreendeu a muitos fãs de MMA que acreditavam na soberania da polonesa na categoria peso-palha (52 kg). Contudo, uma pessoa sempre acreditou que a americana derrotaria a então campeã e conquistaria o cinturão: Valentina Shevchenko.

A atleta natural do Quirguistão já enfrentou Joanna em algumas competições de muay thai durante a sua carreira e é companheira de treinos de Namajunas. Por isso, Valentina tinha condições de fazer a sua aposta com base no que já experimentou ao longo dos anos. Com pleno conhecimento das habilidades das duas lutadoras, a nova peso-mosca (57 kg) garantiu, em entrevista ao programa 'MMA Hour', que sempre apostou na americana.

"Sabia desde os primeiros segundos quando ouvi que elas lutariam. Eu sabia que a Rose venceria. porque já experimentei o poder da Rose e o poder da Joanna. Sei exatamente o poder que as duas tem. Sabia disso e todo mundo me perguntava antes da luta quem eu achava que iria vencer. Toda vez eu respondi que seria a Rose. Eles não acreditavam em mim. Mas, depois da luta, não ficou dúvidas", assegurou a lutadora.

Com o resultado, Namajunas quebrou a invencibilidade de Joanna e terminou com o um reinado que durava desde que conquistou o cinturão em 2015. Mesmo com o novo alvo nas costas da sua companheira de treinos, Valentina revelou que acredita que a nova campeã do peso-palha tem o que é preciso para se sustentar nesse posto por muito tempo.

"Rose não é só uma trocadora, ela não é só uma especialista em luta agarrada. Ela é uma lutadora de MMA. O importante é que ela é uma lutadora completa, porque ela pode lutar agarrado e derrubar, tanto quando ela pode trocar e lutar Muay Thai. Ela vai fazer o que sempre faz: se manter focada para as suas lutas e exibir suas habilidades. Estou muito feliz por ela, porque a Rose merece. Sei exatamente que ela será uma ótima campeã para os palhas e acho que por um longo tempo", garantiu a atleta.

Sem subir ao octógono desde a sua derrota para Amanda Nunes, quando teve a chance de conquistar o cinturão do peso-galo (61 kg) feminino, Valentina se prepara para descer de divisão. A lutadora natural do Quirguistão fará a sua estreia no novo peso-mosca em fevereiro, no UFC Belém, contra a brasileira Priscilla 'Cachoeira'.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte