Topo

Esporte

Daniel Cormier revela como poderá superar derrotas para Jon Jones

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

29/12/2017 21h26

Realizada nesta sexta-fira (29) no ginásio T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA), a coletiva de imprensa para o UFC 220 contou com as quatro estrelas principais do show marcado para o dia 20 de janeiro,em Boston. Stipe Miocic, Francis Ngannou, Daniel Cormier e Volkan Oezdemir comandaram uma sessão de perguntas calma e sem grandes atritos, que foi marcada por um sincero relato do campeão dos meio-pesados (93 kg).

Questionado sobre a derrota por nocaute para Jon Jones em julho, resultado que acabou anulado após o rival ser  flagrado mais uma vez em um exame antidoping, 'DC' deixou claro que ainda trabalha para lidar com o resultado negativo. No entanto, ele parece ter um plano pronto para aliviar o desconforto.

"Na minha visão, eu perdi. É assim que sinto. A única forma de me sentir melhor é amassar ele. Ir lá e vencer, amassar ele. É assim que eu vejo", narrou, momentos antes de garantir que em um cenário perfeito ele ainda teria uma outra chance de enfrentar Jones no octógono antes de se aposentar.

Aos 38 anos, Cormier terá pela frente o nocauteador Volkan Oezdemir, que por vezes tentou incomodá-lo durante a coletiva ao prometer trazer um poder jamais visto pelo campeão. No entanto, Cormier, que já inclusive competiu entre os pesos-pesados, deu de ombro,embora tenha prometido jamais retornar à divisão mais pesada  e nobre do MMA.

"Você viu o tamanho desses caras? Eu nao sei o que eu pensava quando lutava nos pesados . Não, eu não quero voltar para lá, não quero enfrentar caras como o Miocic. E definitivamente não quero lutar com o Francis ", brincou, se referindo ao poder de nocaute do camaronês.

Mais Esporte