Topo

MMA

Perto do cinturão, Edson Barboza descarta duelo com McGregor

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

29/12/2017 08h00

Embalado por três vitórias seguidas no UFC, Edson Barboza, atual número quatro do ranking dos pesos-leves (70 kg), está mais perto do que nunca do cinturão. Afinal, em uma divisão em que existem dois campeões - Conor McGregor é o linear e Tony Ferguson o interino -, o brasileiro enfrentará neste sábado (30) o russo Khabib Nurmagomedov, primeiro nome a aparecer na lista logo abaixo dos donos dos cinturões. E caso vença, o carioca já sabe muito bem o que quer.

Curiosamente, e diferentemente do que o senso comum apontaria, Edson não pretende encarar Conor McGregor. Deixando de lado o poder de divulgação do irlandês, que certamente garantiria alguns milhões a mais na conta de quem o enfrentasse, e a chance de lutar pelo título interino, o brasileiro garante que vê Ferguson como o real número um do mundo, e por isso o americano é o seu alvo.

"Estou me sentindo mais perto do que nunca do cinturão. Essa luta vai me colocar ali próximo e realmente espero que eu seja o próximo se eu vencer. Quero lutar com o campeão, com o Ferguson, o verdadeiro campeão da categoria", afirmou durante conversa com a reportagem da Ag Fight durante o media day realizado na cidade de Las Vegas (EUA) na última quinta-feira (28).

Para que ele enfrente Ferguson, no entanto, além de vencer Nurmagomedov ele precisa que nem o seu nome ou o do americano cruze o caminho de Conor, o que só seria possível a julgar pela posição de ambos no ranking caso o UFC tirasse o irlandês do posto de campeão à força já que ele não compete MMA desde novembro de 2016.

"Sinceramente, não sei e não quero saber. O campeão para mim é o Ferguson", resumiu Edson, já em claro sinal de que o assunto o incomoda. Cenário diferente quando o tema é o duelo de sábado, pelo qual esbanja confiança.

"A partir do momento que eu acredito que posso vencer qualquer um e que posso perder de qualquer um também, um oponente só vira um oponente. Então, sinceramente é só mais um. É subir lá e sair na porrada, por isso estou tranquilo", finalizou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!