Topo

Esporte

Apagado, ex-campeão Carlos Condit perde a terceira seguida no UFC

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

31/12/2017 02h16

Realizado neste sábado (30) na cidade de Las Vegas (EUA), o card principal do UFC 219 contou com dois ex-campeões em ação logo no início, e como prova de que o MMA evolui a cada dia, enquanto Carlos Condit foi dominado, Carla Esparza sofreu para superar sua novata adversária no último show do ano.

Sem competir desde agosto de 2016, Condit, ex-campeão interino dos meio-médios (77 kg), sentiu o tempo afastado e se apresentou sem a velocidade de reação de costume. Foi o que bastou para que Neil Magny encontrasse o raio de ação logo na etapa inicial e pontuasse com golpes retos, o que apenas abriu caminho para sua estratégia principal.

Com o domínio das ações, o atleta de 30 anos clinchou e derrubou nos dois primeiros rounds, o que aliado a um eficaz ground and pound abriu vantagem suficiente nas papeletas dos jurados para que ele apenas administrasse o triunfo no assalto final.

Vitória importante do número 12 do mundo, que se recuperou da derrota sofrida pra Rafael dos Anjos em setembro passado para voltar a sonhar com uma chance de figurar entre os principais candidatos à chance de disputar o cinturão da categoria, atualmente em poder de Tyron Woodley. Por sua vez, Condit somou seu terceiro tropeço seguido no evento.

De olho nelas

Como disse Dana White ainda no início do ano, Cynthia Calvillo chama a atenção pela confiança e desempenho diante dos maiores obstáculos. E em sua quarta luta no UFC (todas neste ano) e sétima como profissional de MMA, a americana voltou a dar show no cage, mas não foi o bastante para vencer a experiente Carla Esparza.

No primeiro assalto, Calvillo surpreendeu ao derrubar a wrestler e, por cima no chão, dominar praticamente todos os cinco minutos de ação, que foram ofuscados apenas por uma tentativa de chave de braço bem defendida pela ex-dona do cinturão dos palhas (52 kg) do Invicta e do UFC.

Na etapa seguinte, a pupila de Urijah Faber mostrou sua evolução na parte em pé. Caminhando para frente e acertando potentes golpes de encontro, Cynthia frustrou os ataques da veterana e defendeu a maioria de suas tentativas de queda e levantando rapidamente quando levada so solo. No entanto, o volume de golpes e a conquista do centro do octógono renderam uma apertada vantagem para a veterana, o que levou a decisãopara o assalto final.

Melhor no último round, Carla Esparza voltou a ditar o ritmo do combate diante de uma adversaria que vendeu caro cada centímetro perdido no octógono. Tamanha sua certeza do triunfo fez com que Cynthia deixasse o cage revoltada com a decisão dos jurados em apontar a rival vencedora. Como resultado, vaias da plateia não demoraram a ecoar.

Acompanhe os resultados do UFC 219:

Carla Esparza venceu Cynthia Calvillo por decisão unânime;
Neil Magny venceu Carlos Condit por decisão unânime;
Micha? Oleksiejczuk venceu Khalil Rountree por decisão unânime;
Myles Jury venceu Rick Glenn por decisão unânime;
Marvin Vettori e Omari Akhmedov empataram por decisão majoritária;
Matheus Nicolau venceu Louis Smolka por decisão unânime;
Tim Elliott finalizou Mark De La Rosa no 2º round.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte