Topo

Esporte

Cyborg desafia, e campeã do Invicta FC aceita: "Só há uma luta a ser feita"

Esther Lin/Invicta FC
Megan Anderson, campeã do Invicta FC Imagem: Esther Lin/Invicta FC

Ag. Fight

Ag. Fight

31/12/2017 14h54

Cris Cyborg não esperou muito tempo para tentar definir seus próximos passos no UFC. Ainda no octógono, logo na entrevista após o show do último sábado (30), a campeã peso-pena (66 kg) mencionou o nome de Megan Anderson, dona do cinturão do Invicta FC como possível adversária, e a australiana pareceu gostar da ideia.

Nas redes sociais, a atleta elogiou tanto Cyborg quanto Holly pelo show realizado diante dos fãs na cidade de Las Vegas (EUA) e se colocou à disposição do UFC para que a superluta saia do papel. Duelo este que, de acordo com ela, seria o único a fazer sentido.

"Grande luta, meninas. Parabéns para a Cris por manter o cinturão. UFC, acho que tem apenas uma luta a ser feita agora contra uma legítima peso-pena", narrou Megan, lembrando nas entrelinhas que as adversárias da brasileira no evento costumavam competir como peso-galo (61 kg).

Por sua vez, a brasileira voltou a tocar no assunto e, também via redes sociais, se ofereceu para enfrentar a rival na Austrália, casa da possível adversária que não luta desde janeiro deste ano, quando afivelou o cinturão de campeã do Invicta FC.

"UFC 221. Já faz um ano desde que Megan conquistou o cinturão do Invicta e ela não defendeu ainda. Se ela está pronta, adoraria lutar com ela na Austrália", afirmou, se referindo ao card do dia 11 de fevereiro, a ser realizado na cidade de Perth.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte