Topo

MMA

Amanda Nunes diz por que desafiou Cyborg e evita polêmica: "nada contra"

Reprodução
Imagem: Reprodução

Ag. Fight

06/01/2018 12h31

Enquanto Cris 'Cyborg' subiu o tom e provocou Amanda Nunes, que a havia desafiado para uma superluta no UFC, a campeão dos pesos-galos (61 kg) tentou acalmar os ânimos ao alegar profissionalismo para explicar a razão que a levou a pedir por tal duelo.

De acordo com a baiana, nada pessoal está envolvido no desafio uma vez que a disputa seria uma grande oportunidade para ambas deixarem suas marcas na história do esporte, além de satisfazer a vontade dos fãs em ver o combate ser realizado no octógono mais famoso do mundo.

"Primeiro de tudo, não tenho nada contra a Cris 'Cyborg'. Eu acredito que essa é a luta que todos querem ver e a luta onde nós duas poderemos deixar nossa marca no esporte", analisou Amanda através de suas contas em redes sociais.

Alheia a tal motivação, a campeã dos pesos-pena (66 kg), que venceu Holly Holm por pontos em suas última defesa de cinturão no dia 30 de dezembro, já acusou Amanda de não vender pay-per-views e tentar usar o duelo para conquistar destaque. Além disso, a curitibana também afirmou que considera sua última adversária mais dura do que a compatriota.

Enquanto a rivalidade se constrói, Dana White, presidente do UFC, parece feliz com a oportunidade de realizar uma superluta entre as campeãs, tanto que já se manifestou favorável à disputa, mesmo quando Cyborg pedia por um confronto contra Megan Anderson, campeã do penas do Invicta FC.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!