Topo

MMA

Ex-desafiante ao cinturão é pega no doping e suspensa por 18 meses do UFC

Jayne Kamin-Oncea/Getty Images
Jessica Penne encara a brasileira Jessica Andrade no UFC 199 Imagem: Jayne Kamin-Oncea/Getty Images

Ag. Fight

06/01/2018 13h48

 

Em mais um capítulo que comprova a evolução na luta contra o doping, a americana Jessica Penne foi suspensa por 18 meses das competições após ser flagrada em um exame surpresa fora do período de competição. O teste em questão foi realizado em março de 2017 e originalmente foi classificado como limpo (livre de substâncias ilegais).

No entanto, em um segundo momento a USADA (agência americana antidoping) consultou o passaporte genético da atleta (uma espécie de arquivo com todos os testes realizados por Jessica) e detectou uma variação hormonal que, mesmo dentro do limite estipulado, acusava para o uso de alguma substância ilegal.

Ex-desafiante ao cinturão dos palhas (52 kg) do UFC, Penne foi informada do resultado do exame e, de acordo com o anúncio emitido pela entidade na última sexta (5), passou a colaborar com a investigação, identificando inclusive um suplemento indicado por seu médico que teria sido a origem da contaminação sanguínea por DHEA (Desidroepiandrosterona).

Curiosamente, apesar do teste ter sido realizado em março de 2017, a atleta ainda era considerada inocente em 2 de abril daquele ano, data em que ela enfrentou e acabou derrotada por pontos por Danielle Taylor. Dua punição, desta forma, se inicia ao dia posterior ao duelo e termina no próximo dia 22 de outubro de 2018.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!