Topo

MMA

Cyborg pede que o UFC contrate em sua categoria: "Fãs estão cansados"

Buda Mendes/Getty Images
Imagem: Buda Mendes/Getty Images

Ag. Fight

07/01/2018 08h00

Cris 'Cyborg' parece disposta a convencer Dana White a investir em sua categoria de peso. Única divisão do UFC a não contar com um ranking oficial, os pesos-penas (66 kg) entre as mulheres contam apenas a com a brasileira como campeã, que em quatro lutas no evento enfrentou apenas rivais mais leves que costumavam competir como peso-galo (61 kg). Este cenário, no entanto, pode mudar.

Através de suas contas em redes sociais, Cyborg pediu que Dana White contrate as lutadoras que competem em sua divisão por anos e que se apresentam em diversas organizações ao redor do globo. Desta forma, tanto o evento, quanto fãs e atletas sairiam ganhando com a reunião das melhores atletas com limite de peso de até 66 kg.

"Só porque as meninas que lutam até 66 kg não assinaram com o UFC, não significa que não há meninas nessa categoria de peso. Como eu, essas meninas passaram anos ajudando a construir o esporte para todas as mulheres, e agora que o UFC tem uma divisão de peso-pena, elas merecem a oportunidade de lutar no maior palco. Os fãs estão cansados de me ver lutando contra lutadoras menores que sempre são forçadas a subirem de peso para me encarar. Eles querem que eu lute com um verdadeiro peso-pena que realmente já tenha lutado nessa divisão antes", garantiu a atleta.

Caso seu pedido seja atendido, novas adversárias de peso podem cruzar o caminho da brasileira. A começar pelas rivais do Invicta FC, evento que era dominado por Cyborg até sua migração para o UFC em 2016.

"Para que o MMA cresça como um esporte e não apenas como entretenimento, os rankings mundiais devem ser estabelecidos e respeitados. As meninas que continuaram lutando até 66 kg em vez de abandonar a divisão merecem ganhar sua oportunidade. Já faz dois anos que eu defendi meu título dos penas (no Invicta FC) contra a número um do ranking na época. Essas garotas precisam saber que quando chegarem no topo elas terão a chance de lutar pelo cinturão", finalizou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!