Topo

Esporte

Oezdemir se declara inocente e novo julgamento não impedirá UFC 220

Ag. Fight

Ag. Fight

10/01/2018 12h03

Volkan Oezdemir se prepara para a sua primeira disputa de cinturão da carreira, que acontecerá no UFC 220, no próximo dia 20 de janeiro, em Boston (EUA), contra Daniel Cormier. Contudo, o novo desafiante da divisão peso meio-pesado (93 kg) precisou quitar uma pendência com a justiça americana nessa terça-feira (9). Isso porque o atleta está sendo processado por agressão e precisou comparecer ao tribunal na Flórida (EUA) para a primeira parte do seu julgamento, onde se declarou inocente.

Em novembro passado, o suíço pagou uma fiança de 10 mil dólares (aproximadamente R$ 33 mil) depois de ser preso devido às acusações do processo e, com isso, responde em liberdade. Com a primeira etapa do julgamento realizada, Oezdemir deverá voltar ao tribunal apenas no próximo dia 22 de fevereiro e não ficou impedido de viajar, o que deixa a sua participação no UFC 220 assegurada.

De acordo com a vítima do caso, o suíço o nocauteou durante uma briga no último mês de agosto, do lado de fora de um bar na Flórida. A defesa de Oezdemir alega que o atleta fez o necessário para se defender. Caso seja considerado culpado no andamento do processo, o lutador pode pegar até cinco anos de prisão, como prevê a lei do estado americano. Além disso, seu passaporte ficaria retido e o seu status de imigrante poderia ser afetado.

Profissional desde 2010, o desafiante da divisão peso meio-pesado tem apenas uma derrota em seu cartel. Das suas 15 vitórias na carreira, 11 aconteceram por nocaute - sendo que os dois últimos foram aplicados ainda no primeiro round.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte