Topo

Esporte

Treinador minimiza polêmicas de Colby Covington e nega rixas dentro da ATT

Ag. Fight

Ag. Fight

10/01/2018 12h24

Colby Covington ganhou a fama e o ódio de muitos brasileiros durante a sua breve passagem pelo país. Isso porque, durante a sua participação no UFC São Paulo, que aconteceu em outubro passado, o peso meio-médio (77 kg) chegou a se referir aos locais como "animais imundos" e passou a usar as suas redes sociais para atacar lutadores como Tyron Woodley, que treina na mesma academia. Apesar da estratégia controversa para chegar ao topo, um dos treinadores da American Top Team pediu que mais pessoas reconheçam os esforços do lutador.

Em entrevista ao site 'MMA Junkie', Conan Silveira - que é brasileiro e um dos líderes da ATT - revelou que o americano não possui nenhuma rixa com os membros da academia onde treina - seja brasileiro ou não. O treinador ainda explicou que não usaria essa estratégia se fosse um lutador, mas tratou de enaltecer os méritos de Covington pelo que já foi apresentado dentro do octógono.

"Ele não tem nenhum problema com companheiros de equipe ou treinadores, brasileiros, não brasileiros, americanos. Ele não tem problema com ninguém na casa. Na casa, não temos problema nenhum. Ele é um cara legal com todo mundo. Treinadores brasileiros, treinadores americanos, não importa. A opinião dele interessa a ele. Não somos pais, somos treinadores", analisou o treinador.

"Eu não seria um lutador que iria por esse caminho, mas esse sou eu. O que as pessoas deveriam ver é que 90% dos lutadores que o criticam querem fazer o que ele está fazendo, querem ganhar o que ele está ganhando. Colby não está apenas falando, ele está fazendo. Por mais que as pessoas não reconheçam isso, ele está fazendo 'trash talking', mas ele está lutando e chegando lá".

Apesar de considerar que o atleta está próximo de atingir o seu objetivo e conseguir uma luta pelo cinturão da sua categoria, Silveira garantiu que não sabe quando o falatório vai acabar. Contudo, o técnico da ATT opinou que, quando fãs brasileiros se unem para responder as provocações do lutador nas redes sociais, isso só o incentiva ainda mais para continuar com os comentários.

"Não posso dizer, porque realmente não sei quando ele vai conseguir. Mas ele está bem perto de conseguir uma luta pelo título e de ser o desafiante número um. O que quer que as pessoas possam dizer sobre o que ele está fazendo e a maneira que ele está fazendo, me parece que é o que ele está procurando", revelou Silveira.

"Acho que as pessoas deveriam ver que o que ele está fazendo é apenas se promover. Mais pessoas deveriam ver isso. Principalmente os brasileiros. Eles gostam de brigar no Instagram e no Facebook, vocês estão o alimentando. Vocês estão colocando mais gasolina no fogo dele", concluiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte