Topo

MMA

Valentina relembra férias no Brasil e garante empolgação para UFC Belém

Matthew Stockman/Getty Images
Imagem: Matthew Stockman/Getty Images

Ag. Fight

Ag. Fight

11/01/2018 06h00

 

Prestes a estrear na categoria recém-inaugurada do UFC, a divisão peso-mosca (57 kg) feminino, Valentina Shevchenko se prepara para aterrissar no Brasil, no evento que acontecerá em Belém, no próximo dia 3 de fevereiro. A atleta natural do Quirguistão revelou que tem se preparado para dar um show para os fãs brasileiros e que também está ansiosa para retornar ao país.

A ex-desafiante de Amanda Nunes enfrentará a brasileira Priscila 'Cachoeira' e, apesar da sua rival estar acostumada com as condições climáticas do país, Valentina revelou, através da assessoria de imprensa do UFC, que já passou férias no Brasil - em uma viagem que terminou justamente na cidade que sediará o show.

"Eu estou muito feliz de lutar no Brasil. Sinto que não só o Peru, mas como toda América Latina é minha segunda casa. Então, estou muito feliz de lutar aí. Já lutei no Brasil antes. Participei de uma competição de muay thai em Porto Alegre e em 2012, eu fiz uma viagem de 15-20 dias de barco pelo Rio Amazonas e o fim da viagem foi exatamente em Belém. Vi a floresta, visitei Manaus. Então, estou muito feliz de estar de volta", surpreendeu a atleta.

Além de sair com a vitória, a lutadora que representa o Quirguistão quer deixar o octógono com a convicção de que deu um show para os fãs que estiverem presentes. Por isso, Valentina opinou que o casamento de estilos com Cachoeira é o ideal para que possa mostrar todas as suas habilidades na nova divisão.

"A Priscila é uma adversária muito forte, ela não tem medo de lutar, de ir para a frente desde o início da luta. Ela tem um espírito de guerreira. Eu vou mostrar toda minha experiência nas artes marciais, o meu muay thai, meu kickboxing. Eu sei que vai ser uma grande luta para os fãs. Tenho treinado muito forte para essa luta. Tenho focado em todas as minhas habilidades, em todas minhas armas. Sei que os fãs brasileiros gostam de ver boas lutas e vamos mostrar para eles uma boa luta. Eles amam artes marciais e espero satisfazê-los", analisou a lutadora.

Apesar de manter uma rixa com a campeã da divisão peso-galo (61 kg), Amanda Nunes, para quem perdeu por decisão dividida dos juízes laterais no UFC 215 - evento que aconteceu no último mês de setembro, em Edmonton (Canadá) -, Valentina assegurou que está pronta para seguir em frente, pelo menos por enquanto. A ex-desafiante quer se manter focada para atuar como peso-mosca, mas ressaltou que não descarta um reencontro com a brasileira.

"O peso-mosca é minha divisão natural, então estou feliz de lutar nessa categoria. Nessa divisão, as lutadoras têm um tamanho mais parecido com o meu, então sinto que é minha divisão natural. No peso-mosca, eu vou poder mostrar todas as minhas ferramentas, toda minha experiência nas artes marciais. Então, por enquanto, essa é a melhor escolha para mim. No futuro, pode ser que eu volte a lutar no peso-galo, talvez para uma revanche contra a Amanda mas agora estou focada para a luta do UFC Belém", concluiu Valentina.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!