Topo

Esporte

Treinador explica porque não interrompeu luta de Paige VanZant

Ag. Fight

Ag. Fight

16/01/2018 14h43

No último domingo (14), Paige VanZant subiu no octógono do UFC Fight Night 124 e sofreu a quarta derrota da carreira diante de Jessica-Rose Clark. Contudo, apesar do resultado negativo, a peso-palha (52 kg) certamente ganhou pontos com os fãs ao revelar que lutou grande parte do combate com o braço quebrado. E o treinador da atleta revelou os motivos que o fizeram não jogar a toalha.

Durante uma entrevista com o site 'MMA Fighting', o brasileiro Fabiano 'Pega-Leve' Scherner apontou que demorou a perceber que a lesão de VanZant era séria. O treinador contou que chegou a conversar com os outros técnicos no córner antes de tomar qualquer decisão.

"Tudo o que aconteceu no segundo round me fez acreditar que não se tratava de uma lesão séria porque ela continuou lutando, não dava para perceber. Eu falei com os outros treinadores no córner e eles também não tinham uma resposta concreta. Eu segui pedindo para ela bater com a mão direita e quando vi que ela não estava fazendo isso, percebi que era mais sério do que pensava", afirmou, antes de revelar que a própria atleta disse após a luta que queria seguir no combate.

"Eu deixei a luta rolar porque ela não parecia estar com dor nem nada. Então pensei que era sério mas que ela poderia aguentar. Não pensei em jogar a toalha. Nós conversamos depois da luta e eu vi o raio-x e pedi desculpas a ela pela minha decisão. Ela respondeu: 'Foi a decisão correta porque eu queria seguir lutando. Eu teria ficado desapontada se você tivesse interrompido a luta'", declarou.

VanZant subiu no octógono por duas vezes no último mês. Antes do duelo contra Jessica, a americana foi derrotada por Michelle Waterson em dezembro. Aos 23 anos de idade, a atleta coleciona na carreira um cartel com sete triunfos e quatro reveses.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte