Topo

MMA

Sonnen vence Rampage no Bellator 192; Douglas Lima perde cinturão

Divulgação/Bellator
Chael Sonnen em coletiva para divulgar o Bellator 180; lutador bateu Rampage Imagem: Divulgação/Bellator

Ag. Fight

21/01/2018 05h06

O pontapé inicial do Grand Prix dos pesados do Bellator foi dado na madrugada deste domingo (21), em Los Angeles (EUA). Foi lá que Chael Sonnen levou a melhor diante de Quinton "Rampage" Jackson por decisão unânime dos juízes laterais e avançou para a próxima fase do torneio. Na mesma noite, o brasileiro Douglas Lima foi superado pelo ex-UFC Rory MacDonald e perdeu o cinturão dos meio-médios (77 kg).

Sonnen fez aquilo que mais sabe. Com boas técnicas de wrestling, o 'falastrão' recorreu ao seu jogo de quedas para pontuar mais em todos os assaltos e superar o ex-campeão do UFC. Aparentando um cansaço maior, Rampage pouco conseguiu defender o jogo do seu rival e foi derrotado em um duelo que não primou por grandes emoções.

Classificado para a semifinal do torneio, Sonnen agora espera o vencedor de Fedor Emelianenko x Frank Mir, que se enfrentarão em abril. Do outro lado da chave ainda estão Matt Mitrione, Roy Nelson, King Mo e Ryan Bader.

Brasil vai mal

A noite definitivamente não foi boa para o MMA brasileiro. Se no UFC 220 os quatro representantes do país perderam, o retrospecto no Bellator 192 não foi muito diferente. A começar por Douglas Lima, que deu adeus ao cinturão dos meio-médios ao sucumbir para Rory MacDonald após cinco rounds.

O duelo ficou dramático a partir do terceiro round, quando um enorme hematoma na perna do canadense praticamente o impedia de ficar de pé. Esperto, MacDonald passou a abusar das tentativas de quedas e conseguiu fazer com que a luta ficasse mais tempo no chão do que em pé, fazendo um jogo que funcionou para sair vitorioso (parciais de 48-47, 49-45 e 49-46).

Goiti Yamauchi foi outro a deixar o cage sem ter a mão levantada. Diante de Michael Chandler, o melhor momento do brasileiro foi quando acertou um bonito chute rodado no segundo round, mas insuficiente para levar o americano a nocaute. Com isso, o atleta de origem japonesa perdeu a chance de poder disputar o cinturão dos leves (70 kg) do Bellator.

Por fim, quem também não teve uma madrugada de domingo bacana foi Khonry Gracie. Filho de Royce, que esteve em seu córner, o brasileiro foi derrotado por Devon Brock em sua estreia no MMA. A única vitória do país foi para o cartel de Guilherme 'Bomba', que venceu Ivan Castillo por finalização (katagatame) no primeiro round.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!