Topo

MMA

Ngannou exalta aprendizado e admite: "Subestimei o Miocic"

Gregory Shamus/Getty Images
Francis Ngannou, lutador dos pesados do UFC Imagem: Gregory Shamus/Getty Images

Ag. Fight

22/01/2018 08h00

 

Tido como uma das principais revelações de uma categoria que precisa de renovação, como a dos pesados, Francis Ngannou sofreu a sua pior derrota na carreira no último sábado (20), ao ser superado por Stipe Miocic na luta principal do UFC 220, ocorrido em Boston (EUA). Mas, apesar de sair da arena sem o cinturão, o camaronês garantiu que a experiência foi a mais válida de sua jornada como atleta de MMA até aqui.

Em conversa com jornalistas após o evento, Ngannou foi bastante sincero em todas as suas respostas. O número um entre os desafiantes admitiu que subestimou as habilidades do campeão e também falou sobre o seu erro estratégico, ao tentar definir o duelo de maneira rápida e ficar sem gás para o resto do confronto de cinco rounds.

"Vim aqui hoje para vencer a luta. Apenas descobri uma outra parte sobre lutar e isso foi ignorância minha. O problema é que eu subestimei meu oponente e fui muito para cima no primeiro round. Ele era mais duro do que eu pensava. Miocic resistiu e colocou um plano de jogo melhor que o meu. Vou continuar melhorando para voltar mais forte do que eu era", afirmou o cabisbaixo camaronês.

Foi a primeira vez que uma luta do atleta de 31 anos foi decidida pelas mãos dos juízes laterais após cinco rounds. De acordo com o camaronês, a experiência de atuar por 25 minutos no palco do maior evento de MMA do mundo foi algo inesquecível.

"Acho que hoje eu aprendi o que nunca tinha aprendido em quatro anos neste esporte. Descobri uma nova parte deste esporte que eu ignorava. Aprendi muito hoje. Hoje foi o último passo para mim do que aprender neste esporte, porque foi a única coisa que eu nunca tinha passado - uma luta de cinco rounds, e como lidar com isso. Cometi um erro e isso não acontecerá de novo", garantiu.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!