Topo

Esporte

Nurmagomedov descarta luta com McGregor caso conquiste cinturão

Ag. Fight

Ag. Fight

22/01/2018 13h17

Sem que Conor McGregor volte ao UFC e defenda o seu posto de campeão, o UFC escalou um confronto entre Tony Ferguson e Khabib Nurmagomedov pelo cinturão dos leves (70 kg) na edição 223 do show, no dia 7 de abril, em Nova York (EUA). Apesar de Dana White ter garantido que o irlandês seria o primeiro da fila a disputar o título, o russo revelou que tem planos diferentes.

Sem revelar se McGregor foi realmente destituído do posto de campeão ou não, o presidente do UFC garantiu que, caso o irlandês realmente retorne ao Ultimate, ele terá garantida a chance de disputar o título. Entretanto, em entrevista à página 'MetroPCS', Nurmagomedov revelou que quer ensinar uma lição a falastrão e que, ao contrário dos demais atletas, não está interessado em 'money fights'.

"Vou tornar o Conor humilde. Vou bater no Tony e dizer para o Conor: 'Você precisa entrar na fila', porque você precisa merecer isso. Ele só tem uma luta como leve. Tenho 25 vitórias e nenhuma derrota nessa categoria. Invicto, invencível. Vou pegar esse cinturão e vamos ver o que vai acontecer. Entendo isso. Lutadores tentam fazer dinheiro com o Conor, mas não estou nesse esporte para ganhar dinheiro. Posso ganhar dinheiro com outras coisas na Rússia, muito dinheiro. Vim para fazer história, pelo meu legado", garantiu o novo desafiante.

Sobre o seu próximo adversário, Nurmagomedov assegurou que o considera o verdadeiro campeão da categoria. Entretanto, apesar de acreditar que o americano é um excelente lutador, o russo ainda acha que Ferguson também precisa se tornar mais humilde. Por isso, o novo desafiante ao cinturão pretende "destruir" o seu oponente.

"Tenho um oponente duro. Tony Ferguson, na minha opinião, é o verdadeiro campeão. E vou destruir esse cara. Esse é o meu plano. Vou destruir esse cara e torná-lo humilde também. Porque ele é um pouco idiota. Ele é um adversário duro, um ótimo lutador, mas, pessoalmente, não gosto dele. Preciso aparecer sem lesões, bater o peso e é isso. Ele acha que ele lutou agarrado com Eddie Bravo e que ele é bom no chão, mas vou ensiná-lo", concluiu o número dois do ranking.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte