Topo

MMA

Tony Ferguson reclama de postura de Dana no UFC: "Sou a p*** do campeão"

Alex Trautwig/Getty Images
Tony Ferguson Imagem: Alex Trautwig/Getty Images

Ag. Fight

23/01/2018 16h23

 

Tony Ferguson está escalado para enfrentar Khabib Nurmagomedov no UFC 223 - evento que acontecerá no próximo dia 7 de abril - em duelo válido pelo cinturão dos pesos-leves (70 kg). Desde a sua conquista do título interino, em outubro passado, o americano pede para que Conor McGregor, atual campeão linear, defenda o seu posto ou o deixe vago. Por isso, 'El Cucuy' garantiu que está irritado com a forma que o Ultimate lida com a situação do irlandês.

Sem que McGregor retornasse ao octógono desde a sua conquista do título, em novembro de 2016, Dana White garantiu que, caso o irlandês não voltasse ao UFC no primeiro semestre deste ano, seria destituído do posto e o americano e Nurmagomedov se enfrentariam pelo cinturão vago. Entretanto, em entrevista ao programa 'MMA Hour', Ferguson se queixou publicamente do patrão.

"Sim, me incomoda. Me irrita para c***, cara. Sejamos francos, sou a p*** do campeão e não sabemos se vamos lutar pelo cinturão real ou não. Que p*** é essa? Dana White está nos dizendo uma coisa e para vocês outra coisa: 'Não, Conor McGregor não é o campeão. Vão e façam o seu dever de casa'. E eu amo o Dana, mas estou meio: 'Que p*** é essa, cara? Não sou o campeão ou sou o campeão? Você quer me promover ou não para essa luta?'", reclamou o americano.

Mesmo com a sua irritação, El Cucuy prometeu que está focado no seu próximo adversário. Apesar de McGregor ainda ser considerado o campeão linear da divisão, Ferguson ressaltou que o seu duelo contra Nurmagomedov será pelo "verdadeiro cinturão" e que conquistará o respeito que merece.

Por sinal, esta não é a primeira vez que os atletas são escalados para se enfrentarem. Porém o russo enfrentou problemas com o corte de peso e precisou se retirar do card do UFC 209 - evento realizado em março passado. Em outras duas situações, os dois se lesionaram e abandonaram uma disputa cada.

"Acredite em mim, toda essa situação é uma m***. Mas estou empolgado com essa luta por um longo tempo. Não quero lutar com alguém que não quer lutar, disse isso antes. Mas assim que me ofereceram a luta e me disseram quem seria o meu adversário, o meu foco está no cara na minha frente. Para mim, essa é a luta real, esse é o verdadeiro cinturão. Sou o atual campeão. Nem sempre recebo o respeito que eu mereço, mas é isso que me alimenta. Não posso ser ignorado para sempre. Vou lidar com isso. Vou prender as asas da 'águia' ", assegurou.

O americano conquistou o cinturão interino ao finalizar Kevin Lee na luta principal do UFC 216 - evento que aconteceu em outubro passado. Depois da vitória, Ferguson passou por uma cirurgia no cotovelo e ocupou o seu tempo com provocações direcionadas a McGregor, especialmente nas redes sociais.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!