Topo

Esporte

Pai de Floyd Mayweather recebe mandado de prisão por violência doméstica, diz site

Ag. Fight

Ag. Fight

24/01/2018 16h02

O confronto entre Saul 'Canelo' Alvarez e Gennady Golovkin no último dia 16 de setembro atraiu diversos fãs de luta para a T-Mobile Arena em Las Vegas (EUA). E apesar desse duelo ter acabado empatado, ela ainda causa repercussão não apenas pela iminência da confirmação de sua reedição. Isso porque Floyd Mayweather Sr., que estava presente no evento, pode ser preso por ter agredido uma mulher na saída do show de boxe.

De acordo com o site 'TMZ Sports', o mandado de prisão foi expedido depois que a suposta vítima alegou que, depois de o evento terminar, Mayweather a agrediu. Ainda com base nesse relato, o pai do pugilista mais bem pago do mundo teria parado abruptamente o carro em que estavam e gritado para que  ela saísse. Sem que houvesse qualquer menção de que a mulher deixaria o veículo, o ex-boxeador teria aberto a porta, a puxado pela perna e depois a golpeado múltiplas vezes até voltar para o lado do motorista e arrancar em alta velocidade.

A defesa do ex-pugilista afirmou que as acusações são completamente falsas e que esta é uma "tentativa de extorquir dinheiro, e que ela está com raiva por não conseguir dinheiro do Floyd e pela situação não estar acontecendo da maneira que ela quer". O site ainda informou que Mayweather já havia recebido voz de prisão de oficiais que estavam investigando o caso no último dia 16 de janeiro, mas o mandado só foi oficializado nessa terça-feira (23).

Mayweather Sr esteve ativo nos ringues por 16 anos, ao encerrar sua carreira em 1990. Como profissional, o americano realizou 35 lutas, com seis vitórias e 28 vitórias, sendo 17 por nocaute.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte