Topo

Esporte

Karolina Kowalkiewicz revela que torcerá contra Joanna Jedrzejczyk no UFC 223

Ag. Fight

26/01/2018 18h24

Karolina Kowalkiewicz se prepara para voltar ao octógono no UFC 223 - evento marcado para o dia 7 de abril, em Nova York (EUA) - contra Felice Herrig, pela divisão peso-palha (52 kg). Entretanto, a polonesa está com a sua atenção voltada para um outro confronto que acontecerá nesse mesmo card: a disputa de cinturão da sua categoria entre Rose Namajunas e Joanna Jedrzejczyk. E apesar de ser do mesmo país que a ex-campeã, a lutadora já deixou claro que não torcerá pela sua conterrânea.

Em novembro de 2016, na quarta defesa de cinturão de Joanna, sua adversária foi justamente Karolina, em evento também realizado em Nova York. Na ocasião, a então campeã venceu esse duelo por decisão unânime dos juízes laterais e manteve o seu posto. Cansada de ouvir as provocações da conterrânea, a polonesa assegurou que 'JJ' não receberá a sua torcida na revanche com Namajunas, uma vez que ela prefere a americana como pessoa e atleta.

"É difícil de dizer, mas acho que Rose manterá o cinturão. Particularmente, gosto muito da Rose. A valorizo, não apenas como atleta, mas como pessoa. As pessoas vão me odiar por não cruzar os meus dedos pela minha conterrânea, mas não vamos mentir para nós mesmos. Joanna me insulta em toda entrevista possível. Não vou dizer que vou torcer por ela só porque somos conterrâneas. Não vou torcer por ela. Gosto mais da Rose. Acho que a Joanna é uma pessoa má", atacou a atleta em entrevista ao site 'MMAnytt'.

Antes de enfrentar Joanna, a luta que deu a Karolina a oportunidade de disputar o cinturão foi justamente para Namajunas, em julho de 2016, quando ela venceu por decisão dividida dos árbitros laterais. Como profissional, a polonesa acumula duas derrotas e 11 vitórias na carreira.

Mais Esporte