Topo

MMA

Colby Covington desmerece chances de Rafael dos Anjos disputar cinturão

Leandro Bernardes/Framephoto
Colby Covington provoca torcida após vencer Damian Maia Imagem: Leandro Bernardes/Framephoto

Ag. Fight

27/01/2018 10h00

 

Depois de vencer Demian Maia no UFC São Paulo - evento que aconteceu em outubro passado - e ganhar a inimizade do povo brasileiro, Colby Covington deu início à uma campanha para chegar ao topo da divisão meio-médio (77 kg) e "fazê-la incrível de novo". Para isso, o americano pede insistentemente por uma disputa de cinturão com Tyron Woodley, embora o organização do show não pareça disposta a lhe dar tal chance em um futuro próximo. E, ao ver que o atual campeão está mais perto de enfrentar Rafael dos Anjos, o número três do ranking voltou a perder a linha e polemizar.

Antes que o combate entre Dos Anjos e Robbie Lawler acontecesse em dezembro passado, no UFC Canadá, Dana White já havia garantido que o vencedor seria o próximo da fila para disputar o cinturão. No entanto, logo após o evento, Woodley passou por uma cirurgia no ombro e a sua próxima defesa do título não recebeu data e nem adversário de forma oficial. Por isso, Covington se adiantou em desmerecer as chances do brasileiro em ser o próximo da fila.

"RDA (Dos Anjos) lutou três lutas como meio-médio. No ano passado, RDA foi nocauteado pelo peso-leve Eddie Alvarez e apanhou de Tony Ferguson. Isso nunca aconteceu comigo, ninguém nunca me bateu. Esse cara não merece uma chance com Tyron Woodley. RDA não merece mesmo. Sou o próximo da fila, sou o cara mau. Vamos fazer isso, cara, vamos vender isso logo. Tyron Woodley contra Colby Covington pelo cinturão meio-médio", analisou o 'Caos', em entrevista ao podcast 'Submission Radio'.

Com apenas uma derrota em suas 14 lutas como profissional, Covington tem abusado do 'trash talk' para conseguir se tornar o novo desafiante do atual campeão dos meio-médios, sem sucesso até o momento. Por isso, o americano garantiu que só cogita respirar depois que tirar o cinturão das mãos de Woodley.

"Se não fosse pelo campeão falso 'Tyquil' me empacando, já teria o cinturão na minha cintura. Mas ele está muito assustado e fica em Hollywood fofocando sobre as Kardashians, ele não está pronto para voltar e defender o cinturão dos meio-médios. Não posso olhar para trás até ter o meu cinturão. Olharei para trás, para o que eu já conquistei, depois que eu pegar o meu cinturão. Enquanto isso, só tenho olhos para 'Tyquil' Woodley", prometeu o americano.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!