Topo

MMA

Werdum diz que que Cris Cyborg "vai matar" Amanda Nunes em superluta

Gary A. Vasquez-USA TODAY Sports
Cyborg comemora vitória sobre Holly Holm Imagem: Gary A. Vasquez-USA TODAY Sports

Ag. Fight

29/01/2018 14h24

 

Antes da atuação de Cris Cyborg no UFC 219, evento realizado em 30 de dezembro, Amanda Nunes já havia desafiado sua conterrânea para uma superluta entre campeãs. Depois de muita argumentação, a dona do cinturão da categoria peso-pena (66 kg) aceitou o combate, que ainda não tem data confirmada. Entretanto, para Fabrício Werdum, enfrentar a maior lutadora da história será negativo para a Leoa.

Durante uma conversa com jornalistas na edição 220 do show, no dia 20 de janeiro, em Boston (EUA), o ex-campeão dos pesados opinou que a superluta entre as brasileiras deverá ter uma boa popularidade no Brasil. Contudo, Werdum analisou que Cyborg acabará com a dona do título da divisão peso-galo (61 kg) em grandes dificuldades.

"Amo a Cris Cyborg, ela é uma grande amiga minha. Na minha opinião, honestamente, acho que ela vai matá-la. Para mim, a Cyborg é diferente, é a melhor há muito tempo. Ela chegou agora no UFC, mas é a melhor de todos os tempos. É uma boa luta, com certeza, porque Amanda é uma excelente lutadora também, é a campeã. Mas acho que essa luta no Brasil será grande, todos querem ver", garantiu o peso-pesado ao site MMA Fighting.

Depois de vencer Walt Harris e Marcin Tybura nas suas últimas atuações, o brasileiro pediu por uma oportunidade de conquistar o cinturão. Profissional desde 2002, Werdum acumula 23 vitórias - sendo 11 por finalização -, sete derrotas e um empate. O peso-pesado foi campeão do UFC em 2015, mas perdeu o seu posto no ano seguinte justamente para Stipe Miocic, que mantém o cinturão até hoje.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!