Topo

MMA

Lutador brasileiro acusado de assaltar banco nos EUA declara inocência

Reprodução/TMZ
Sergio da Silva, lutador do Bellator, foi preso Imagem: Reprodução/TMZ

Ag. Fight

30/01/2018 07h00

 

No último mês de agosto, o lutador Sergio da Silva foi preso nos EUA por roubar um banco. De acordo com as acusações, o brasileiro entrou em uma agência no Queens, bairro de Nova York (EUA), e levou cerca de US$ 50 mil em dinheiro (aproximadamente R$ 155 mil na época). Agora, após a sua primeira sessão de julgamento, o atleta voltou a se declarar inocente no caso.

Durante uma entrevista ao site 'TMZ', o advogado do brasileiro, David Fish, deixou claro que o objetivo é provar a inocência de Sergio perante o tribunal. De acordo com o especialista, o lutador está confiante de que não será declarado culpado ao final do processo.

"Nós planejamos mostrar no julgamento que ele não é culpado do que está sendo acusado. As acusações são muito sérias. Acho que o Sergio tem total confiança de que a verdade virá à tona no julgamento", afirmou.

Sergio fez sua estreia no Bellator no último dia 24 de junho. Na ocasião, o brasileiro foi finalizado por Matt Rizzo no show de número 180 da companhia.