Topo

Esporte

Khabib Nurmagomedov promete fazer McGregor "esperar sentado" por cinturão; entenda

Ag. Fight

30/01/2018 15h58

No próximo dia 7 de abril, Tony Ferguson e Khabib Nurmagomedov subirão ao octógono para disputar o cinturão dos pesos-leves (70 kg), no UFC 223. Entretanto, não há confirmação se o título a ser disputado será o interino ou o linear. Isso porque Conor McGregor não defende o seu posto de campeão desde novembro de 2016 e pode ser destituído do cargo. Apesar da importância do 'Notorious' na divisão, o russo garantiu que enfrentá-lo não consta nos seus planos.

Quando Dana White anunciou esse duelo, assegurou que quando McGregor retornasse ao UFC - provavelmente no próximo mês de setembro - ele seria o primeiro da fila para disputar o cinturão. Porém, Nurmagomedov tem outros planos para o 'Notorious'. Em entrevista ao site 'RT Sports', o russo prometeu que, caso se torne o novo campeão dos leves, fará o irlandês "esperar sentado" na fila de desafiantes do título.

"McGregor pode lutar com Diaz e pode lutar boxe. Mas, se Deus quiser, quando eu acabar com Tony Ferguson, vou torná-lo humilde. Ele pode sentar na fila. Para todo mundo que quer lutar pelo cinturão dos 70 kg ele diz: 'De jeito nenhum'. Quando eu me tornar o campeão dos leves, vou dizer: 'Quem é o verdadeiro desafiante? Quem tem cinco, seis, sete vitórias seguidas?' Eles vão lutar pelo título, e não McGregor. Acho que McGregor nunca lutará comigo. Eles entendem o que vai acontecer", provocou o número dois do ranking oficial dos leves.

Depois da sua última atuação no octógono, o irlandês concentrou as suas energias em uma superluta de boxe com Floyd Mayweather, em agosto passado, e não deu nenhum indício de quando retomaria a sua carreira no MMA. Portanto, já que McGregor não cumpre com as suas obrigações como campeão dos leves, Nurmagomedov garantiu que o seu confronto com o atual campeão interino valerá o 'cinturão vago'.

"Conversei com Dana e todo mundo sobre essa situação. Eles disseram que vamos lutar pelo cinturão. Mas que cinturão? O cinturão vago. Não é o cinturão do Conor. Não é o cinturão interino de Tony Ferguson. Depois que a gente lutar, no dia 8 de abril, farão um comunicado oficial para revelar quem será o verdadeiro campeão. Agora, Tony Ferguson ainda é o campeão e Conor, eles o chamam de campeão. Mas ele não é o campeão. Quem ganhar, será o verdadeiro campeão", opinou o russo.

O atual número dois do ranking dos leves conquistou a sua chance de disputar o cinturão depois de derrotar o brasileiro Edson Barboza por decisão unânime dos juízes laterais, no último dia 30 de dezembro. Com essa vitória, o russo manteve o seu cartel impecável, com 25 resultados positivos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte