Topo

Esporte

Vindo de três vitórias, 'Marreta' solta o verbo e critica ranking do UFC: "É uma mentira"

Marcel Alcântara, em Belém (PA)

Ag. Fight

31/01/2018 12h00

Depois de chegar a três vitórias consecutivas, Thiago 'Marreta' se prepara para voltar ao octógono e manter a boa fase na frente da sua torcida, no UFC Belém, neste sábado (3). Entretanto, mesmo com os seus três nocautes seguidos, o brasileiro continua fora do ranking oficial da divisão peso-médio (84 kg). E, de acordo com o próprio lutador, esse fato é uma prova de como a listagem feita pelo Ultimate é "uma mentira".

Nas suas últimas três atuações, o brasileiro nem precisou chegar ao último round previsto para conquistar a vitória. No entanto, isso não foi o suficiente para impressionar a maior organização de MMA do mundo a ponto de colocá-lo entre os 15 melhores da sua divisão. Por isso, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, Marreta revelou que não faz questão de entrar na listagem, já que muitos atletas que estão relacionados não merecem as suas posições.

"Não estar lá mostra o que realmente é esse ranking. Esse ranking não existe, é uma mentira. Alguns merecem estar lá, mas muitos não. Então, para mim, não tenho mais interesse em fazer parte de um negócio que é mentira, não quero mais. Mas nem por isso vou mudar meu jeito de ser, meu jeito de mostrar é lutando, nas minhas lutas. Esse é o meu jeito de fazer, não sou um cara falastrão. Sou assim e vou mostrar na prática. Como eu falei, não faço questão de estar nesse ranking, porque ele não existe", opinou o lutador.

Para o seu confronto com Anthony Smith em Belém, o brasileiro garantiu que está confiante de que chegará a mais uma vitória. Por isso, depois desse duelo, Marreta faz planos para desafiar algum lutador que esteja entre os cinco melhores na divisão dos médios, já que são os verdadeiros adversários para uma disputa de cinturão, de acordo com o próprio atleta.

"A minha ideia, vencendo essa luta, é enfrentar alguém que esteja no top cinco. Não faço questão de enfrentar qualquer um do ranking, porque muitos não merecem estar ali. Faço questão de enfrentar caras duros, que merecem estar ali e que vão me levar a conquistar o cinturão. O Rockhold, o Weidman. Não tenho problema em lutar com brasileiro. Treino e sou amigo do Sapato' e do Thales , são pessoas que eu treino junto e tenho um carinho, e que, pelo menos nesse momento, não gostaria de enfrentar. Mas todo mundo tem o mesmo objetivo, que é ser campeão, então se tiver que lutar com eles, não tem problema nenhum não", analisou o brasileiro.

Atleta do UFC desde 2013, Marreta fará a sua 13ª luta no octógono. O brasileiro acumula quatro derrotas e oito vitórias no Ultimate. A última atuação do lutador na organização também aconteceu no Brasil, em outubro passado quando nocauteou Jack Hermansson em evento que foi realizado em São Paulo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte