Topo

MMA

Matt Mitrione solta o verbo e critica postura do UFC com atletas

Twitter/Divulgação
Imagem: Twitter/Divulgação

Ag. Fight

14/02/2018 12h29

Prestes a disputar o Grand Prix do Bellator, que irá coroar o novo campeão dos pesados, Matt Mitrione ainda tem olhos para o que acontece no UFC. Sem subir ao octógono desde 2016, o americano analisou a forma com que a maior organização de MMA do mundo trata os seus atletas e garantiu que está feliz por ter deixado o Ultimate.

Depois de quase sete anos atuando pelo UFC, Mitrione migrou para o Bellator, o que, para ele, foi uma boa decisão. Em entrevista ao programa "MMA Hour", o americano discordou da forma que os atletas do UFC são tratados e criticou a postura da sua antiga organização.

"Liberdade e, é claro, patrocinadores. Então, estou feliz;. Quer dizer, sempre dá para ser mais feliz com patrocínio, mas estou feliz. É um negócio bom. É apenas legal, cara. O UFC não consegue ficar fora disso. Acho que é evidente no que eles fazem, dão passos falsos consistentes. A forma que eles lidam com os caras deles, a mídia, não dão dinheiro para quem atinge o peso... Coisas assim, pequenas coisas que são um corte. Não acho que eles agem da maneira certa. Sinto que o que o Sr. Coker faz casualmente é o que precisa ser feito para atrair os fãs, manter os olhos no Bellator. E acho que a produção é completamente diferente no Bellator. É um espetáculo, ele tirou o foco do MMA japonês e trouxe para cá", criticou o lutador.

Em 2009, o americano fez a sua estreia como profissional justamente no UFC. Pela maior organização de MMA do mundo, Mitrione tem nove vitórias e cinco derrotas. O atleta se prepara para enfrentar Roy Nelson, pelas quartas de finais do Grand Prix do Bellator, no próximo dia 16 de fevereiro.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!