Topo

Esporte

Empresário abre portas para retorno de Lesnar ao UFC: "Faz o que quiser"

Rey Del Rio/Getty Images
Brock Lesnar, lutador do UFC Imagem: Rey Del Rio/Getty Images

Ag. Fight

28/02/2018 07h00

Ao passo que o contrato de Brock Lesnar chega ao fim na WWE, muitos rumores sobre uma possível volta do atleta ao UFC começaram a aparecer. O presidente do Ultimate, Dana White, inclusive, deu declarações de que gostaria de ver o peso-pesado de volta em ação no octógono. E um retorno do gigante ao maior torneio de MMA do planeta pode muito bem acontecer. De acordo com o empresário do americano, tudo depende da vontade do lutador.

Durante uma entrevista ao site "TMZ Sports", Paul Hayman apontou que basta Lesnar querer voltar a subir novamente no octógono que o UFC aceitaria essa decisão. Para o empresário, o gigante pode escolher se quer se apresentar no telecatch ou lutar MMA - afinal de contas, qualquer organização gostaria de contar com um atleta de peso como o ex-campeão do Ultimate.

"Acho que o Brock Lesnar faz o que ele estiver a fim de fazer. Se o Brock Lesnar quiser lutar no UFC, o Brock Lesnar lutará no UFC. Se ele quiser lutar na WWE, ele lutará na WWE. Brock Lesnar faz o que ele quer", afirmou, antes de apontar que o período longe do octógono foi benéfico para o atleta.

"O tempo que ele ficou afastado faz com que ele seja ainda melhor porque deu tempo do seu corpo se curar. O problema com esses lutadores do UFC - eles são todos atletas fantásticos, os melhores do mundo - é que eles desgastam o corpo com esses camps. Todos esses caras cortando peso estão simplesmente destruindo os seus corpos. Se ele decidir entrar no UFC, Brock Lesnar provavelmente será o lutador mais saudável", declarou.

A última vez que Lesnar pisou no octógono foi em julho de 2016. Após vencer Mark Hunt por decisão unânime dos juízes, Lesnar foi flagrado em um exame antidoping, suspenso dos cages e o resultado do combate alterado para 'no contest'.

Vale lembrar que, caso o retorno do ex-campeão dos pesos-pesados se concretize, Lesnar não poderia se apresentar imediatamente. Por estar aposentado do MMA, o americano precisaria ser submetido a um período de seis meses sendo examinado pela USADA antes de estar apto a pisar novamente no octógono.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte