Topo

Esporte

Brian Ortega aprova chance por cinturão do UFC, mas afasta empolgação

Diego Ribas/Ag. Fight
Brian Ortega nocauteou Frankie Edgar no primeiro round Imagem: Diego Ribas/Ag. Fight

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

04/03/2018 13h54

Brian Ortega fez história no último sábado (3). Após aceitar encarar Frankie Edgar com menos de um mês para se preparar depois que o campeão Max Holloway se lesionou e abandonou o card, o americano simplesmente venceu o combate com um nocaute espetacular e se tornou o primeiro atleta a vencer 'The Answer' sem a papeleta dos jurados. De quebra, o peso-pena (66 kg) ainda se credenciou como o próximo na fila para disputar o cinturão. No entanto, o aluno de Rener Gracie deixou claro que só acreditará que disputará o título após uma conversa mais séria com os patrões.

Durante entrevista coletiva realizada após o evento, Ortega revelou que teve uma rápida conversa com dirigentes da companhia depois de sua vitória e que lhe foi prometido uma disputa de cinturão. Contudo, o americano afirmou que prefere manter os pés no chão e aguardar por uma negociação concreta.

"Me disseram isso sim, mas eu gostaria de falar com os chefões primeiro e descobrir se isso é verdade antes que eu fiquei muito empolgado. Não quero me empolgar e depois descobrir que a luta não vai acontecer, eu ficaria arrasado. Então, estou apenas ficado nos meus objetivos. Mas na minha opinião, essa deveria ser a próxima luta", afirmou.

Especialista em jiu-jitsu e aluno de Rener Gracie na 'Gracie Jiu-Jitsu Academy', Ortega mostrou mais uma vez que também sabe se virar muito bem lutando em pé. E o americano parece confiante de que poderia trocar socos até contra o campeão Holloway caso eles realmente venham a se enfrentar.

"Eu sempre disse isso, mas acho que o jeito que eu luto não transparece muito e você realmente tem que subir ali comigo para sentir como sou. Mas eu já disse, pode escolher. Nós podemos trocar socos ou podemos ir para o chão. Estarei confortável nas duas situações. Qualquer coisa que aconteça na luta, eu estarei bem", declarou.

Após começar o duelo tentando frear o ímpeto do ex-campeão dos leves (70 kg), Ortega aos poucos encontrou o caminho para a vitória sempre incomodando Edgar com golpes na longe e média distância. De acordo com o peso-pena, bastou analisar os planos do rival para tomar a estratégia certa no combate.

"Eu não estava realmente preocupado. O meu pensamento na hora foi, 'preciso ver o que esse cara vai apresentar rapidamente, qual é o seu plano'. Ele veio se movimentando bastante, mas não vi ele tentar uma queda então coloquei uma certa pressão nele. Uma vez que eu realmente relaxei ali, aí comecei a soltar meus golpes e encontrar meu caminho", apontou.

Invicto na carreira, Ortega alcançou a sexta vitória consecutiva no octógono do UFC - todas através de finalizações ou nocautes. Aos 27 anos de idade, o americano coleciona na carreira um cartel com 14 triunfos e uma luta sem resultado.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte