Topo

Esporte

Dana White revela porque vetou Conor McGregor no UFC 222

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

04/03/2018 09h00

Semanas antes do UFC 222, evento sediado em Las Vegas (EUA) no último sábado (3), a lesão do campeão dos pesos-penas (66 kg) Max Holloway colocou em risco a realização do show. E preso em uma encruzilhada como essa nada melhor do que contar com a ajuda do atleta mais valioso da empresa para salvar o card, certo? Errado, tanto que Dana White não aceitou a oferta de Conor McGregor, que pediu para enfrentar Frankie Edgar na luta principal.

De acordo com o cartola, que conversou com os jornalistas logo após o final do evento, uma série de fatores garantiu que o pedido do irlandês, atual campeão dos pesos-leves (70 kg), não fosse atendido. A começar pelo fato de que quando a proposta foi feita, a disputa entre Edgar e Brian Ortega já havia sido marcada para o co-main event do show - Cris 'Cyborg' foi posteriormente escalada como atração principal.

"Não , mas é verdade. Ele disse: 'Eu vou pegar essa luta com Frankie Edgar'. Mas ele não é dessa divisão, e o Ortega era o cara para lutar. E a gente já tinha fechado a luta quando o Conor se ofereceu. E quando ele disse, faltavam 24 dias para a luta. Não tinha nada que fizesse sentido", garantiu o cartola.

Curiosamente, McGregor não luta MMA desde novembro de 2016. Desde então, ele mantém seu título linear dos leves, categoria que não apenas conta com Tony Ferguson como campeão interino como também segue em movimento a ponto do americano já estar escalado para encarar Khabib Nurmagomedov. Por sinal, a disputa pode inclusive marcar o final do reinado do irlandês, que seria retirado do posto de número um do mundo. Mas, se ele se ofereceu para lutar no UFC 222, porque segue sem defender seu posto?

Mais Esporte