Topo

Esporte

Mackenzie leva susto, mas vence em estreia no UFC e amplia invencibilidade

Rigel Salazar/Ag Fight
Imagem: Rigel Salazar/Ag Fight

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

04/03/2018 00h02

Como esperado ao longo da semana, o card preliminar do UFC 222 contava com holofotes especiais para a estreia da americana naturalizada brasileira Mackenzie Dern no octógono. E os fãs que compareceram neste sábado (3) ao ginásio T-Mobile Arena, na cidade de Las Vegas (EUA), não se decepcionaram ao ver a campeã mundial de jiu-jitsu em ação.

Agressiva, Mackenzie caminhou para frente a todo momento e dominou o centro do octógono. Em diversos momentos, a americana encurtou a distância e clinchou Ashley Yoder, levando a luta para as grades em busca de uma queda. No entanto, sem conseguir levar a rival ao solo, a campeã mundial de jiu-jitsu se contentou apenas com o triunfo parcial.

Já sem a mesma força nos cruzados e com menor velocidade no seu jogo de pernas, Dern se viu alvo de jabs e cruzados de encontro e,uma vez no clinche, perdeu a posição de domínio e acabou com as costas na grade. Percebendo o bom momento, Ashley chegou  conectar um knockdown, igualando as papeletas dos jurados e levando a decisão para o último assalto.

E após três minutos equilibrados em pé, a americana-brasileira conseguiu a primeira e única queda na luta, e que lhe garantiu a vitória. Afinal, uma vez no chão, Mackenzie não demorou para passar a guarda, pegar as costas, golpear e encaixar um mata-leão. Indefesa, Ashley apenas resistiu até o final do assalto.

Sexta vitória de Dern no MMA, que estreou com gala no UFC ao manter sua invencibilidade.

Agora foi!

Agendado para o dia 3 de fevereiro, na cidade de Belém, o combate entre John Dodson e Pedro Munhoz foi transferido para este show após o atleta da Black House não bater o peso. E no embate dos peso-galos (61 kg), o americano levou a melhor após três rounds equilibrados.

Se no começo da luta a velocidade e jogo de perna do americano fez a diferença, o na segunda etapa, que contou com os atletas mais 'plantados', a vantage mínima foi do brasileiro, que soube usar a diferença de tamanho e força a seu favor.

E como em um roteiro de filme, o equilíbrio do terceiro assalto garantiu ainda mais emoção para o público presente. Agressivo e dono do centro do octógono, Pedro, no entanto, desperdiçou golpes e se expos mais do que o necessário, recebendo precisos contragolpes que garantiram o triunfo de Dodson. Que bela luta!

Acompanhe os resultados do UFC 222:

Mackenzie Dern venceu Ashley Yoder por decisão dividida;
Alexander Hernandez nocauteou Beneil Dariush no 1º round;
John Dodson venceu Pedro Munhoz por decisão dividida;
C. B. Dollaway venceu Hector Lombard por desclassificação;
Zak Ottow nocauteou Mike Pyle no 1º round;
Cody Stamann venceu Bryan Caraway por decisão dividida;
Jordan Johnson venceu Adam Milstead por decisão dividida.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte