Topo

MMA

Lutador revela bronca do UFC após simular que urinava no octógono

Simon Watts/Getty Images
Israel Adesanya Imagem: Simon Watts/Getty Images

Ag. Fight

10/03/2018 07h00

Ao nocautear Rob Wilkinson no UFC 221, realizado em fevereiro passado, em Perth (Austrália), Israel Adesanya comemorou de uma maneira bastante incomum. O neozelandês simulou que urinava por todo o octógono depois de vencer a sua primeira luta no Ultimate. No entanto, o gesto feito pelo lutador de 28 anos não agradou os dirigentes da maior organização de MMA do mundo, que criticaram a sua atitude.

Em entrevista ao site 'FloCombat', o atleta revelou que foi informado pelo seu empresário que a sua comemoração desagradou os patrocinadores do UFC. No entanto, Adesanya provocou ao questionar se o problema, na verdade, seria que ele se trata de uma ameaça aos outros lutadores da divisão peso-médio (84 kg).

"Eles falaram com o meu empresário: 'Lidamos com muitos patrocinadores, milhões de dólares em patrocínios. Então, ele tirar o pênis e balançar como se ele tivesse acabado de urinar, não é algo legal'", revelou o neozelandês.

"Para mim, o que deixa a p... dos patrocinadores preocupados: eu tirar o meu pênis imaginário e fingir que estou urinando para marcar o meu território ou eles me verem acabar com a p.. desses caras? Não sei que jogo esses patrocinadores estão fazendo, mas para mim tenho que manter a minha declaração. Qualquer cachorro grande faria isso. Meu fedor ainda está lá. Quando eu voltar ao octógono, tenho certeza que sentirei".

Antes de atuar profissionalmente no MMA, Adesanya se dedicava ao boxe e ao kickboxing. A sua carreira nas artes marciais mistas começou em 2012 e o neozelandês se sustenta com um cartel invicto depois de 12 confrontos - todos terminados por nocautes.