Topo

MMA

Treinador relembra nocaute de McGregor em Aldo: "13 anos para 13 segundos"

John Locher/AP
Aldo e McGregor em dezembro de 2015 Imagem: John Locher/AP

Ag. Fight

10/03/2018 12h30

No dia 12 de dezembro de 2015, Conor McGregor viveu aquele que pode ser considerado o dia mais importante de sua trajetória profissional para se consolidar como um dos maiores atletas de MMA da atualidade. Foi nesta data que o irlandês precisou de apenas 13 segundos para nocautear o até então inquestionável campeão dos penas (66 kg) José Aldo no UFC 194, em Las Vegas (EUA).

Muitos disseram que o que levou McGregor a vencer Aldo de maneira tão rápida e letal foi um golpe de sorte, mas isso foi veementemente rechaçado pela equipe do irlandês. E um vídeo que mostra o aquecimento de Conor no vestiário momentos antes de subir no octógono acabou provando que a técnica utilizada para nocautear o brasileiro foi devidamente treinada e repetida por várias vezes antes de ser colocada em prática.

E foi exatamente isso que relembrou John Kavanagh, treinador de Conor McGregor, na última sexta-feira (9). Por meio de sua conta no Instagram, o irlandês publicou novamente o momento do nocaute do seu pupilo no brasileiro e refletiu sobre o tema.

"Mais de uma década de repetição por trás de portas fechadas para um momento sob os holofotes. 13 anos para 13 segundos", escreveu Kavanagh.

Atleta profissional desde 2008, quando Conor McGregor começou sua carreira um ano antes de Aldo conquistar o cinturão do WEC. O brasileiro se tornou campeão do UFC em 2011 e só foi destronado em 2015, após o revés para o irlandês.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!