Topo

MMA

Lutadora transexual vence homem cis em evento de MMA que causou polêmica

Winnetou Almeida
Imagem: Winnetou Almeida

Ag. Fight

11/03/2018 10h41

Uma luta histórica e polêmica aconteceu na madrugada deste domingo (11), no Mr Cage, evento de MMA ocorrido em Manaus (Amazonas). Anne Viriato venceu Raílson Paixão por decisão unânime na primeira luta entre uma transexual e um homem cisgênero que se tem notícia no esporte. O duelo foi transmitido pelo Facebook de Samir  Nadaf, empresário responsável pela organização do evento.

Realizado em uma casa de eventos da capital amazonense, o confronto era aguardado com bastante expectativa e mexeu com o público presente que, em sua maioria, pareceu apoiar Anne. A atleta especialista em jiu-jitsu utilizou as quedas e a luta no chão para equilibrar o duelo com Raílson, que também fazia sua estreia no MMA.

Ao fim dos três rounds, Anne estava visivelmente cansada e bastante machucada pelos golpes que levou. No entanto, as várias quedas que aplicou e tentativas de finalizações garantiram a ela a vitória por decisão unânime, segundo os árbitros laterais do evento.

"Obrigado por aceitar lutar comigo, Raílson. Lutei contra o preconceito hoje. Tinha muita gente torcendo contra e agora vi todos aplaudindo. Obrigado", disse a atleta após a luta, por meio da assessoria do evento.

Entenda o caso

Anne Viriato deu início ao processo de mudança de sexo há cerca de uma década, quando tinha 12 anos. Com o apoio da família e acompanhamento médico, a amazonense passou a treinar jiu-jitsu e competiu em vários torneios da modalidade - sempre contra homens e se recusando a encarar mulheres - até decidir fazer a transição para as Artes Marciais Mistas.

A ideia de colocar Anne para enfrentar um homem em um duelo de MMA foi de Samir Nadaf. Além de promotor do evento, o empresário também é agente da lutadora. Apesar da polêmica gerada pelo tema, tanto ele quanto Viriato sempre garantiram que não consideravam justo ela enfrentar uma mulher. O Mr. Cage é um evento não regularizado pela CABMMA (Comissão Atlética Brasileira de MMA).