Topo

Esporte

Bibiano Fernandes promete confiança para superluta entre campeões do ONE Championship

Ag. Fight

20/03/2018 06h00

Encaminhado para sua sétima defesa de cinturão, o campeão peso-galo (61 kg) do ONE Championship (liga asiática de MMA) Bibiano Fernandes terá uma superluta pela frente no próximo sábado (24) pelo evento subtitulado 'Iron will', em Bangcoc (Tailândia). Emparelhado contra Martin Nguyen - campeão das categorias leve (70 kg) e pena (66 kg) - o brasileiro encara um adversário mais alto e de maior envergadura.

No entanto, Fernandes promete não se intimidar. Em nota oficial enviada pela assessoria do lutador, Bibiano alega estar preparado e mais motivado pelo desafio de enfrentar um campeão de duas divisões acima da sua, e que isso será seu combustível na hora que entrar no cage em sua sétima defesa de título.

"Os treinos foram ótimos, estou preparado, tanto o corpo quando a mente. Agora é só esperar o dia da luta e evoluir da melhor forma. São oito vitórias consecutivas no ONE Championship, sendo seis defesas de cinturão em sequência. O Martin está vindo de duas categorias de cima para lutar comigo. Está falando que vai me nocautear. Vamos ver, isso só me motiva ainda mais para enfrentá-lo", analisou.

Aos 37 anos de idade, Bibiano parece não cogitar uma aposentadoria e afirma ainda possuir muitos outros desafios pela carreira dentro de sua própria divisão. Provavelmente o maior nome do MMA brasileiro fora do UFC, o veterano permanece invicto desde dezembro de 2010.

"Tem muitos desafios ainda no meu peso, muitos caras bons. Esse com certeza é um grande desafio dentro do ONE Championship, mas ainda tem muitos, a vida é feita de desafios. Se Deus quiser, com a força e vontade de vencer vou pra dentro dele!", narrou, sempre otimista.

Bibiano Fernandes conta com treze vitórias consecutivas em sua atual fase - oito delas pelo ONE Championship - e não é derrotado desde 2010, quando perdeu por decisão unânime para o japonês Hiroyuki Takaya pelo evento K-1 Dynamite.

Por sua vez, Martin Nguyen possui dez vitórias profissionais - por nocaute ou finalização -  e apenas uma derrota em setembro de 2015, quando foi finalizado Marat Gafurov. Atualmente o australiano possui uma sequência de seis vitórias seguidas.

Mais Esporte