Topo

Esporte

Campeão do UFC promete que Floyd Mayweather pode "se dar bem" no octógono

Ag. Fight

Ag. Fight

22/03/2018 13h26

Floyd Mayweather pode estar cada vez mais perto de assinar contrato com o UFC. Depois da superluta de boxe contra Conor McGregor, em agosto passado, o americano se aposentou de maneira invicta, mas manteve as portas abertas para um possível retorno ao mundo da luta. No entanto, caso o ex-pugilista realmente suba ao octógono para um duelo, será necessário mais do que o seu domínio de boxe para vencer. E é aí que entra a figura de Tyron Woodley, campeão dos meio-médios (77 kg), que promete trocar conhecimentos com o ex-boxeador.

Em entrevista ao programa 'UFC Tonight', Woodley explicou que o seu trabalho será preparar Mayweather para se defender das tentativas de queda que poderá sofrer no octógono. De acordo com o campeão dos meio-médios, o fato de 'Money' ter pouco conhecimento de wrestling ou jiu-jitsu não atrapalhará suas performances, já que ele não seria o único atleta do Ultimate com essa falha.

"Defender chutes é muito fácil. Uma vez que você chegar no ponto onde Floyd Mayweather está, poderá ver que o boxe dele, as defesas dele e a capacidade dele de ver um soco em uma fração de segundos vem da repetição. Treinar de novo, e de novo e de novo. Então, é o que precisamos fazer para defender chutes. Se você olhar para o MMA como um esporte, existem caras que estão no UFC que não tem muito domínio em wrestling ou jiu-jitsu. Então, não é louco pensar que o melhor boxeador que já vimos possa se dar bem", analisou o campeão.

"Obviamente, todo round começa em pé, toda luta começa em pé, se ele conseguir manter o jogo de pé, acho que ele possa se dar bem em qualquer divisão. Meu trabalho é ajudá-lo a evitar quedas, usar ângulos, trabalho de pés, defesas e como se levantar das quedas. Você acha que vou estar no camp de Floyd Mayweather e não colocar as minhas luvas e tentar alguma coisa? Vai ter uma troca lá", prometeu.

A última atuação de Mayweather foi justamente contra o campeão dos leves (70 kg) do UFC. Na ocasião, McGregor começou bem nos três primeiros rounds, mas o americano provou o porquê de ser considerado um dos maiores boxeadores da história. Para encerrar a sua carreira nos ringues de forma invicta, Money nocauteou o irlandês no décimo assalto e chegou à sua 50ª vitória.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte