Topo

Esporte


'Canelo' chama de GGG de 'maricas' após acusações de doping e promete destruí-lo

Ag. Fight

23/03/2018 07h00

Considerado o melhor pugilista peso-por-peso em atividade, o mexicano Saul 'Canelo' Álvarez não mediu palavras para rebater ás provocações de seu rival: o cazaquistanês Gennady Gennadyevich Golovkin. Xingando o oponente de 'maricas' e prometendo 'destruí-lo' em um vídeo publicado no site 'YouTube', Álvarez foi acusado de usar esteroides anabolizantes e outras substâncias proibidas após falhar um exame antidoping com dois meses faltando para o embate no próximo dia 5 de maio.

O exame em questão apontou que Álvarez testou positivo para a substância clenbuterol - usada para eliminar gordura corporal - mas que também é comum em carnes bovinas no México. Canelo afirmou ter consumido o alimento durante uma visita ao país, mas a dúvida foi o suficiente para que Golovkin acusasse o adversário de trapacear. Devido ao constante problema de contaminação dos gados no México o combate não foi cancelado e novos exames serão realizados para definir a origem da substância proibida.

"De novo com a carne mexicana?", disse 'GGG' ao jornal 'The Guardian'. "Já avisei que não é carne mexicana. Esse é Canelo, essa é sua equipe e essa é a sua organização. Canelo está usando essas drogas e todos estão fingindo que isso não está acontecendo".

Saul Álvarez e Gennady Golovkin lutaram pela primeira vez em setembro de 2017. O combate foi declarado um empate dividido e a revanche imediata foi remarcada. A desforra valerá os títulos da WBA (World Boxing Association), WBC (World Boxing Council), IBF (International Boxing Federation) e IBO (International Boxing Organization) e será realizada em Las Vegas (EUA).

Confira abaixo o vídeo postado por Canelo:

 

Mais Esporte