Topo

Esporte

Mackenzie Dern rebate provocações de rival no UFC 224: "Não sabia quem era"

Ag. Fight

Ag. Fight

26/03/2018 13h48

Depois de vencer Ashley Yoder na sua estreia no octógono mais famoso do mundo, no último dia 3 de março, em Las Vegas (EUA), Mackenzie Dern teve o seu desejo atendido e foi escalada para a edição 224 do show - evento que acontecerá no próximo dia 12 de maio, no Rio de Janeiro. No entanto, a adversária da americana - que é filha de brasileiro - já começou as provocações e garantiu que se prepara para enfrentá-la há algum tempo.

Em resposta às declarações de Amanda Cooper, a especialista em jiu-jitsu opinou que gosta da ideia de enfrentar uma oponente em sua melhor forma, porque a sua vitória pode ser considerada mais grandiosa. Em entrevista ao programa 'Submission Radio', Dern revelou que desconhecia o nome da adversária e o histórico dela até pouco tempo e que o 'trash talk' lhe dá um gás a mais em sua preparação.

"Acho que é bom. Acho bom as pessoas terem essa mentalidade. Se elas não vierem da melhor maneira possível, não me sentirei bem em acabar com elas. Acho que isso significa que ela vai treinar o máximo que puder. Vou treinar o máximo que eu puder para ganhar essa luta. Se for Amanda Cooper ou qualquer outra pessoa na minha frente, treinarei da mesma maneira. Acho que ela é a primeira pessoa que fala nesse tom, então isso me empolga", garantiu a americana.

"Não sabia quem ela era até recentemente. Não conheço o histórico dela. Ela é boxeadora? Acho que ela ouviu sobre mim antes. Sou uma pessoa do jiu-jitsu e ela uma trocadora. Acho que ela tem menos a perder nessa luta do que eu. Se ela me vencer, será ótimo, ela vai parar o 'trem em ascensão' e tudo mais. Mas se ela perder, não será grande coisa. Mas como eu disse, não tinha ouvido falar dela antes disso. Então, acho que é um elogio que ela já tinha ouvido falar sobre mim e treinava para lutar comigo. Isso é ótimo".

A primeira atuação de Dern no Ultimate terminou com uma vitória. Dern derrotou Yoder por decisão dividida e já faz planos para como o seu próximo desafio deve acabar. A especialista em jiu-jitsu assegurou que pretende "finalizar no Brasil, mostrar o verdadeiro jiu-jitsu brasileiro" diante da torcida carioca.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte