Topo

Esporte

Presidente do ONE Championship anula vitória de atleta após queda ilegal; veja

Ag. Fight

26/03/2018 18h54

O tailandês Kritsada Kongsrichai teve sua vitória sobre Robin Catalan revertida para uma derrota por desqualificação na última edição do ONE Championship (liga asiática de MMA). Originalmente um triunfo por nocaute técnico, o resultado foi alterado pelo próprio presidente da organização Chatri Sityodtong, que emitiu um comunicado nesta segunda-feira (26) em sua página no Facebook. De acordo com as palavras do executivo, o atleta usou um arremesso ilegal para definir o combate realizado no último sábado (24).

O duelo válido pelo peso-palha (56 kg nas regras do ONE Championship) foi o quarto do card e durou apenas um minuto e 40 segundos antes do momento polêmico, quando o tailandês cinturou o adversário e o lançou contra o chão usando um arremesso conhecido como suplex, que é terminantemente ilegal de acordo com o regulamento do evento.

"Embora eu seja um grande fã de Kritsada Kongsrichai e seu atleticismo incrível, a luta contra Robin Catalan agora foi determinada como um DQ (desqualificação). Após cuidadosa análise do vídeo por vários ângulos diferentes, decidiu-se que um suplex ilegal foi utilizado. Todas as variações de suplex são ilegais no ONE Championship e suas tentativas resultam em desqualificação automática. Robin Catalan será declarado o vencedor e ganhará seu bônus de vitória", dizia parte do comunicado.

No duelo principal do evento, o brasileiro Bibiano Fernandes defendeu o cinturão peso-galo (66 kg) do ONE Championship pela sétima vez consecutiva. O manauara obteve a vitória por decisão dividida dos jurados após um combate de cinco assaltos contra o australiano Ben Nguyen.

Assista abaixo o momento do golpe ilegal:

What a slam TKO by Kritsada Kongsrichai ! pic.twitter.com/lArCekYA1K

? Jolassanda (@Jolassanda) March 24, 2018

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte