Topo

MMA

Brasileira é suspensa do UFC por dois anos após flagra no doping

Leonardo Fabri/Jungle Fight
Amanda Lemos foi flagrada em exame fora de período de competições Imagem: Leonardo Fabri/Jungle Fight

Ag. Fight

Ag. Fight

28/03/2018 15h00

Após ser nocauteada em sua estreia no UFC por Leslie Smith em julho, Amanda Lemos teve uma nova queda em sua carreira. A brasileira testou positivo em um exame antidoping fora do período de competição feito pela Usada (Agência antidoping dos Estados Unidos) e precisará ficar afastada do MMA até novembro de 2019.

A amostra coletada no dia 8 de novembro de 2017 apontou a presença de estanozolol (esteroide usado para melhora o desempenho) e, nesta quarta-feira (28), a agência anunciou que a lutadora recebeu a punição de dois anos - que conta a partir da data em que o teste foi realizado. Desde o início da parceria entre a Usada e o UFC, Lemos é a quarta atleta que falha em um exame antidoping devido ao uso dessa substância.

Até a sua estreia na maior organização de MMA do mundo, em julho passado, Lemos se manteve invicta como profissional, com seis vitórias - sendo cinco por nocaute e uma por finalização. Antes de ser contratada pelo UFC, a brasileira atuava pela organização Jungle Fight, onde ganhou o cinturão da categoria peso-galo (61 kg) em junho de 2016, depois de nocautear Mayra Cantuaria Rodrigues.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!