Topo

Esporte

Max Holloway explica decisão de enfrentar Nurmagomedov em cima da hora

Ag. Fight

Ag. Fight

02/04/2018 12h57

A luta principal do UFC 223, evento marcado para este sábado (7), em Nova York (EUA), seria entre Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson e valeria o cinturão dos pesos-leves (70 kg). No entanto, uma lesão no joelho retirou o 'El Cucuy' desse card a menos de uma semana para o evento. Mas para manter o show de pé, o Ultimate confirmou que Max Holloway foi o escolhido para subir ao octógono com o russo, apesar de, sem treinar, o havaiano largar como franco azarão para a disputa.

Mesmo que tenha poucos dias para se preparar para o evento, 'Blessed' opinou que esta é uma maneira de provar que é o melhor que pode ser. Em entrevista ao programa de TV havaiano 'KHON News', o americano garantiu que está sempre pronto, já que é um atleta, e que está confiante de que será o segundo lutador da história a conquistar dois cinturões de divisões diferentes simultaneamente.

"1º de abril! Brincadeira. Meu empresário me ligou e disse: 'Tony se machucou e querem você contra Khabib'. Eu pensei: 'Como alguém recusa uma oportunidade dessa?'. Oportunidades como essa acontecem uma vez na vida, e só teve um único cara que conseguiu fazer isso . Estou feliz em ser o segundo cara que vai fazer isso e entrar para história. Estou aqui para lutar", assegurou o atual campeão dos penas (66 kg).

"Não caso lutas. Tenho um negócio para lidar nos 66 kg. Mas sempre digo: quando o UFC liga, estou apenas a uma ligação de distância. Ligaram para o cara certo. Estou aqui, com um aviso de seis dias. Dia 7 de abril vai ser uma ótima noite. Ele é um animal. Você sabe o que dizem: 'Para vencer o melhor, preciso ser o melhor'. E o melhor é o Blessed, querido. Mal posso esperar. Ele é um dos caras mais temidos, não sei porque. Todos somos lutadores, todos nós treinamos. Ele é humano, eu sou humano e precisamos ir até lá e ver quem é melhor".

Caso vença Nurmagomedov no UFC 223, Holloway repetirá os passos de Conor McGregor no UFC. O irlandês conquistou o cinturão dos leves (70 kg) depois de derrotar José Aldo pelo título dos penas. Outros lutadores que mantém dois títulos de diferentes divisões são: Randy Couture, BJ Penn e Georges St. Pierre.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte