Topo

Esporte

Lutador de MMA é assassinado na frente da filha em Belém; entenda

Lucas Rezende, de Belém (PA)

Ag. Fight

03/04/2018 16h05

Amapaense que residia no Pará, o meio-médio (77 kg) Adriano 'Mamute' Sylberth Santana Pereira faleceu após ser atacado por três homens em sua própria residência durante a madrugada desta terça-feira (3). De acordo com nota cedida pela assessoria de imprensa da Polícia Civil de Belém à reportagem da Ag Fight, o lutador de 29 anos teria sido alvejado com um tiro no rosto e depois finalizado com punhaladas em frente à companheira e a filha dentro da própria casa.

Mamute morava na ilha de Outeiro (distrito de Belém) e teria ouvido batidas na porta dos fundos de sua casa por volta das 23:30 da noite. Conforme explicou o comunicado, Adriano teria se deparado com três homens armados e com os rostos cobertos ao atender a porta e tentou fugir para o quarto, mas foi perseguido pelo trio.

Em seguida, um dos homens teria efetuado um disparo que atingiu o lutador no rosto, mas não o matou de imediato. A nota também disse que os meliantes teriam roubado os celulares de Adriano e da namorada e retornaram ao quarto para assassiná-lo com facadas no peito ao perceberem que a vítima ainda estava viva.

Ainda de acordo com relato da Divisão de Homicídios da Polícia Civil, a vítima não possuía conexões com o tráfico de drogas, tampouco era usuário de substâncias ilícitas ou estava sob ameaça de algum traficante das redondezas.

Além de atleta, Adriano trabalhava como eletricista naval no estaleiro do rio Maguari no distrito de Icoaraci em Belém. Em seu cartel profissional, Mamute tinha uma vitória e uma derrota e não lutava desde agosto de 2015 quando venceu Kael Henrique por decisão dividida pelo 'Mr Prime Fighter Champion 4'.

Confira o comunicado enviado pela assessoria de imprensa da Polícia Civil:

"A Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Pará está investigando o crime. Até o momento, sem autores nem linha de investigação definida. A vítima é ADRIANO SYLBERTH SANTANA PEREIRA, de alcunha MAMUTE, 29 anos. A vítima estava em sua casa, em Outeiro, com a companheira e um filho de nove anos, quando, por volta de 23:30 horas de ontem, bateram na porta dos fundos da casa. Adriano Mamute foi abrir a porta e se deparou com três indivíduos, todos com camisas no rosto e armados.

Imediatamente, Adriano correu para o quarto, onde estavam sua companheira e seu filho, mas foi perseguido pelos indivíduos, que, ao chegarem ao quarto, foram em direção a Adriano, que lhes pediu calma, mas um dos indivíduos foi logo dando um tiro no rosto de Adriano, que caiu ao chão ainda com vida. Os indivíduos pediram os aparelhos celulares de Adriano e da companheira.

Eles pegaram o aparelho da companheira de Adriano e já estavam saindo da casa, quando perceberam que a vítima ainda estava viva e voltaram para aplicar golpes de faca no peito da vítima que, assim, morreu no local. A equipe da Divisão de Homicídios apurou que Adriano era eletricista naval e tinha emprego fixo, e que, também, era lutador de MMA, conhecido como Adriano Mamute, com trinta lutas no cartel. Adriano não era usuário, nem envolvido com ilícitos penais e não estava sendo ameaçado, ainda segundo a apuração da equipe de policiais civis da Divisão de Homicídios"

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte