Topo

MMA

Lineker prevê mais duas vitórias antes de disputar título do UFC

Christian Petersen/Getty Images
John Lineker entra para a luta contra TJ Dillashaw, no UFC 207 Imagem: Christian Petersen/Getty Images

Lucas Rezende, em Belém (PA)

Ag. Fight

04/04/2018 08h00

Veterano com 14 combates dentro do octógono, John Lineker já possui data marcada para seu próximo desafio. O paranaense está escalado para encarar Brian Kelleher no UFC 224 no próximo dia 12 de maio. Contudo, a única derrota sofrida pelo brasileiro desde seu retorno para o peso-galo (61 kg) ainda é algo que lhe passa pela cabeça, principalmente por ter sido contra o atual campeão da categoria TJ Dillashaw.

Em entrevista concedida à Ag Fight, o 'Mãos de Pedra' afirmou que uma vitória convincente contra Kelleher na cidade do Rio de Janeiro pode lhe aproximar deste possível reencontro com o algoz, que o derrotou por decisão unânime em dezembro de 2016.

"Tenho esse pensamento de lutar contra o Dillashaw, que hoje é o campeão. Preciso fazer mais essa luta e acredito que mais uma, aí eu consigo a revanche. Com certeza uma luta bem convincente (contra Kelleher), independentemente do ranking, me faz voltar a trilhar o caminho para o título. Acredito nisso", declarou o lutador.

Apesar de não fazer parte do top 15 da divisão, o americano vem embalado por vitórias e em sua última apresentação deu cabo do ex-campeão Renan 'Barão'. Com os holofotes apontados para si, Kelleher não pensou duas vezes e desafiou Lineker para o confronto, ideia que pareceu agradar a todos os envolvidos.

"Aceitei essa luta porque é a segunda vez que ele me desafia. Ele me desafiou pela primeira vez quando lutou com o Iuri 'Marajó' e me desafiou novamente quando venceu o Barão. Independentemente de ranking, ele é um cara que vem buscando seu lugar. Ele vem de boas vitórias no UFC e eu precisava lutar, estava muito tempo parado e aproveitei essa oportunidade", narrou.

Melhor ranqueado e com mais experiência no evento, o brasileiro, no entanto, contará com 10 cm de desvantagem em relação à altura do oponente. Situação que é corriqueira na carreira do 'Mão de Pedra'. Com apenas 1,57m de altura, o ex-campeão do Jungle Fight garante que tem a receita certa para enfrentar "gigantes".

"Eu já lutava de peso-galo nos eventos nacionais. Lutei de peso-mosca no UFC pela oportunidade e pela vaga que tinha aparecido. Como tive dificuldades para bater o peso, acabei voltando para o peso-galo. Mas me sinto bem lutando contra caras mais altos. Meu punch com certeza é mais forte do que no peso-mosca e quando lutei contra caras mais altos, só me dei bem", analisou com naturalidade, antes de tentar colocar um ponto final em sua famosa briga com a balança.

"Não tenho intenção nenhuma de voltar para o peso-mosca. Vou seguir minha vida no peso-galo mesmo e vou buscar ser campeão nessa categoria", finalizou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!