Topo

MMA

Khabib deseja duelo com McGregor após tumulto: "Temos de lutar"

AP Photo/Julio Cortez
Khabib Nurmagomedov comemora vitória sobre Michael Johnson no UFC 205 Imagem: AP Photo/Julio Cortez

Ag. Fight

06/04/2018 09h58

Principal alvo do ataque de Conor McGregor na última quinta-feira (5) em Nova York (EUA), Khabib Nurmagomedov saiu ileso dos atentados do irlandês contra o ônibus que transportava todos os atletas do corner vermelho do UFC 223. Embora o campeão peso-leve (70 kg) tenha se entregado à polícia ainda na mesma noite, o russo declarou que deseja resolver a rixa com o rival dentro do octógono e gostaria que o 'Notorious' pudesse ser liberado da delegacia.

Em entrevista para o portal 'MMA Fighting', o peso-leve reprovou a atitude do atual campeão da categoria, e insinuou que McGregor só tem coragem de enfrentá-lo se estiver acompanhado de sua turma. Nurmagomedov ainda detalhou que tentou descer do ônibus para conter o irlandês no ato, mas foi impedido pela equipe do UFC.

"Para ser sincero, não quero que ele vá preso. Nós temos de lutar. Se nós temos de lutar, vamos lutar. Por favor, precisamos consertar isto. Eu e você, um contra um. Você quer dez contra dez. Tudo bem. Eu dou um tapa no time dele inteiro e ninguém diz nada. Ele vem com a mídia, com câmeras, quando eu estou sozinho. Claro que eu quero sair (do ônibus), mas eles não me deixam. Ele sabe disso", explicou o russo.

Na opinião de Nurmagomedov, Conor poderia ter resolvido as desavenças com ele ali mesmo no estacionamento se houvesse adentrado o veículo em vez de ficar correndo pelo estacionamento e atirando objetos. Ainda em entrevista para o site, 'The Eagle' questionou as atitudes do europeu.

"Eu estou rindo por dentro. Você quebrou a janela? Por que? Devia ter entrado. Você sabe que o UFC não ia te deixar entrar. Se você é um gângster de verdade, não entrou por quê? O Brooklyn é um lugar histórico para gângsters. Quer falar comigo? Me mande a localização. Nós temos que conversar? Não tem problema, eu vou. Eu cresci assim, não jogando cadeiras em janelas", afirmou.

Apesar de outros três combates terem sido cancelados após o ataque, Khabib Nurmagomedov segue agendado para disputar o cinturão linear do peso leve contra o atual campeão peso-pena (66 kg) Max Holloway, no combate principal do UFC 223.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!