Topo

MMA

Dana White nega que confusão de McGregor teve apoio do UFC; entenda

Jeff Zelevansky/Getty Images
Dana White repudiou as atitudes de McGregor Imagem: Jeff Zelevansky/Getty Images

Ag. Fight

07/04/2018 08h00

A confusão causada por Conor McGregor nessa quinta-feira (5) tirou o foco do UFC 223 - evento marcado para este sábado (7), em Nova York (EUA). Depois do ocorrido, Dana White repudiou as atitudes do irlandês, mas ainda não tomou nenhuma providência em relação ao futuro do atleta na maior organização de MMA do mundo. Sem apoiar o caos criado pelo 'Notorious', o presidente do Ultimate fez questão de ressaltar que em nenhum momento o incidente fez parte de um plano para promover o show.

De acordo com o cartola, o irlandês estava acompanhado de aproximadamente 20 homens que fazem parte da 'MacLife' (agência de notícias especializada no Notorious) e juntos jogaram latas de lixo, grades e outros objetos na van que levaria os lutadores de volta para o hotel. Em entrevista ao site 'TMZ Sports', White lamentou que as estrelas do evento deixaram os holofotes graças a confusão gerada. Além disso, o presidente do UFC ainda garantiu que o incidente foi uma retaliação pela discussão entre o russo e Artem Lobov, amigo de McGregor, que aconteceu no início da semana.

"Sou o cara mais azarado da semana. Primeiro, um dos meus caras me ligou e disse que o Conor tinha acabado de atacar todo mundo. Não vi nada até aparecer e ver o fim do caos. Então, eu vi o vídeo. Fiquei horrorizado, ainda estou. Não consigo acreditar que isso realmente aconteceu. Ele não acha que isso ajuda a promover o evento. Estou vendo muitos idiotas dizendo que isso foi combinado, que pedimos para o Conor invadir o evento e tudo mais, e isso é a coisa mais imbecil que já ouvi na minha vida", narrou o dirigente.

"Essa semana seria sobre o Tony e o Khabib, que era a luta que deveria acontecer. Era uma luta que estava vendendo muito bem, e agora é tudo um desastre. Com certeza, isso foi uma vingança pelo que aconteceu no começo da semana entre Khabib e o Artem, que é um grande amigo do Conor".

Pela confusão criada, McGregor foi detido pela polícia e responderá por três acusações em liberdade, já que pagou a fiança estipulada em 50 mil dólares (cerca de R$ 170 mil). Com a confusão, a edição 223 do Ultimate perdeu três lutas às vésperas do evento. Michael Chiesa e Ray Borg se cortaram com os estilhaços da van e foram proibidos pelos médicos de subirem ao octógono. Além disso, Lobov foi retirado do card por participar do ataque.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!