Topo

MMA

Renato Moicano dá show no UFC 223 e se recupera de 1ª derrota na carreira

Ed Mulholland/AFP
Renato Moicano venceu Calvin Kattar no UFC 223 Imagem: Ed Mulholland/AFP

Ag. Fight

08/04/2018 00h40

Realizado neste sábado (7) na cidade de Nova York (EUA), o card principal do UFC 223 contou com apenas um brasileiro em ação. E vindo da única derrota de sua carreira, para Brian Ortega em julho passado, o brasiliense Renato 'Moicano' voltou a dar show de estratégia para vencer o duro Calvin Kattar por pontos.

Sabendo do poder de nocaute do americano, Renato tratou de evitar o confronto direto com o rival e caminhar por todo o octógono trabalhando com golpes de saída  no round inicial. E apesar de, desta forma, ceder o domínio territorial em um assalto equilibrado, o brasileiro apostou em conter o ímpeto de Kattar para dominar as ações na etapa seguinte.

Mais desenvolto, o brasileiro minou o oponente com potentes chutes baixos que diminuíram a velocidade do americano no segundo round. Acuado, Kattar se abriu e, na tentativa de conectar seus potentes cruzados, abriu espaço para que Moicano acertasse velozes combinações de cruzados, sempre terminadas com chutes, que empataram a disputa.

E foi assim que, menos cansado, o atleta da America Top Team voltou a ditar as ações em pé. Alternando combinações de diretos e chutes com cruzados de contra golpe, Renato castigou o rival, que chegou a cambalear nas grades na etapa final. Mais uma bela vitória do brasileiro, que agora acumula cartel com 12 triunfos, uma derrota e um empate. Por sua vez, Calvin Kattar sofreu sua terceira derrota na carreira, a primeira no UFC - ele também soma 18 vitórias no MMA.

Muito ataque, pouca defesa

Conhecido por sua agressividade que o colocou como um dos maiores vencedores, Joe Lauzon também costuma marcar os seus combates pela pouca eficiência de sua defesa que, por vezes, costuma abrir brechas para que os rivais acertem seu rosto. E não foi diferente contra Chris Gruetzemacher.

Apostando no afiado jogo de chão e em sua envergadura, Lauzon foi presa fácil para o paciente rival, que conectou golpes de forma sistemática a cada aproximação do veterano. Desta forma, o olho direito do peso-leve (70 kg) não demorou a sangrar, a ponto do médico interromper a disputa no intervalo do segundo para o terceiro round.

Com o resultado, Gruetzemacher voltou a vencer após sofrer com duas derrotas seguidas, enquanto Lauzon agora amarga três revezes em linha no octógono do UFC.

Acompanhe os resultados do UFC 223:

Renato 'Moicano' venceu Calvin Kattar por decisão unânime;
Zabit Magomedsharipov venceu Kyle Bochniak por decisão unânime;
Chris Gruetzemacher venceu Joe Lauzon por interrupção médica ao final do 2º round;
Karolina Kowalkiewicz venceu Felice Herrig por decisão dividida;
Olivier Aubin-Mercier nocauteou Evan Dunham no 1º round;
Ashlee Evans-Smith venceu Bec Rawlings por decisão unânime;
Devin Clark venceu Mike Rodriguez por decisão unânime.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!