Topo

MMA

Números mostram superioridade de Joanna em derrota contra Rose Namajunas

Ed Mulholland/Getty Images/AFP
Joanna Jedrzejczyk desfere soco em Rose Namajunas, durante luta no UFC 223 Imagem: Ed Mulholland/Getty Images/AFP

Ag. Fight

Ag. Fight

09/04/2018 06h00

O co-main event do UFC 223 - evento realizado no último sábado (7), em Nova York (EUA) - ficou marcado pela primeira defesa do cinturão da divisão peso-palha (52 kg) de Rose Namajunas. O primeiro compromisso como campeã foi justamente em uma revanche com Joanna Jedrzejczyk, ex-dona do título. E apesar da confiança da polonesa durante o anúncio oficial do resultado, 'Thug' se manteve no posto mais alto da categoria em um placar que pode ser facilmente contestado - especialmente com as estatísticas oficiais do confronto.

O duelo de cinco rounds foi bastante equilibrado, mas em todos os assaltos Joanna foi superior no quesito número de golpes aplicados. De acordo com os dados levantados pelo site 'Fight Metric', a polonesa aplicou mais golpes contundentes do que a atual campeã em cada um dos rounds e, enquanto Namajunas acertou 105 ataques significativos, a ex-campeã dos palhas encontrou sua adversária em 145 momentos.

O único quesito em que a americana teve superioridade foi nos golpes aplicados na cabeça - 85 contra 64 -. Joanna, por sua vez, sobrou com ataques nas pernas, anotando 54 chutes contra apenas cinco. Nos momentos de luta agarrada, Namajunas não teve vantagem e sofreu dez golpes significativos e não acertou nenhum.

Apesar dos números favoráveis a Joanna, os juízes laterais marcaram nas papeletas quatro rounds em favor da atual campeã. Nas estatísticas, a polonesa foi superior em todos os assaltos disputados, sendo que na terceira e na quarta etapa, a vantagem foi larga - com 11 e 16 golpes contundentes a mais, respectivamente, que Namajunas.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!