Topo

MMA

Alex 'Cowboy' promete surpreender o mundo em luta contra Carlos Condit

William Lucas/Inovafoto
Alex Cowboy comemora vitória sobre K.J. Noons no UFC Goiânia Imagem: William Lucas/Inovafoto

Lucas Rezende, de Belém (PA)

Ag. Fight

13/04/2018 06h00

Habituado a aceitar lutas em cima da hora, Alex "Cowboy" Oliveira se verá diante de um ex-campeão interino do Ultimate em seu próximo combate: Carlos Condit. Após o adversário original do americano - o veterano Matt Brown - sofrer uma lesão, o brasileiro aceitou enfrentar o 'Natural Born Killer' a apenas duas semanas do UFC Phoenix, evento marcado para este sábado (14), e prometeu surpreender o mundo quando subir no octógono.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight, Cowboy avaliou o adversário como um lutador difícil de ser nocauteado ou finalizado e espera mudar essa concepção. Porém, no ponto de vista do brasileiro, as poucas semanas que teve para se preparar não influenciarão no confronto.

"Deu para estudar um pouco ele. É um cara muito versátil, mas eu não quero focar muito no jogo dele. Quero botar o meu em prática. Acho que vamos fazer uma luta boa, eu e ele trocando porrada o tempo todo. A gente está no melhor evento do mundo. A gente não pode escolher adversário. Então para mim, o que vier pode vir, eu vou trocar porrada. O Condit é um cara duro para caramba. Ele é difícil de nocautear e de finalizar, mas vou tentar quebrar essa parada. Vou surpreender o mundo", prometeu.

Em fase negativa da carreira, Carlos Condit vem de três derrotas consecutivas e já cogitou aposentadoria em outras ocasiões. Para Alex, a chance de poder fazer a última luta da carreira do americano seria uma enorme honra, mas o Cowboy também reforça que é preciso respeitar o arsenal e o currículo do adversário dentro do octógono.

"Tem que respeitar. O cara tem um nome, ele é uma lenda. Eu não sei se ele vai querer se aposentar agora ou depois. Sei que respeito ele pra caramba. Estou no meu auge agora e vou para cima dele o tempo todo. Se eu for (o homem a aposentar Condit), vou ficar muito orgulhoso dele ter feito a última luta da carreira comigo. Vou guardar essa memória pro resto da minha vida", revelou.

Alex Cowboy tentará se recuperar da derrota sofrida para Yancy Medeiros em dezembro de 2017. Antes do nocaute sofrido contra o havaiano, o brasileiro vinha de duas vitórias sobre Tim Means e Ryan LaFlare e possui um total de 18 vitórias na carreira, 11 por nocaute e quatro por finalização.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!