Topo

Esporte

Holloway cogita defesa de cinturão para julho e não descarta superluta com Khabib

Ag. Fight

13/04/2018 10h45

Atual campeão peso-pena (66 kg) do Ultimate, Max Holloway foi impedido de cortar peso para substituitr o lesionado Tony Ferguson em disputa pelo cinturão dos leves (70 kg) contra Khabib Nurmagomedov no UFC 223, realizado no último sábado (7) e perdeu a chance de enfrentar 'The Eagle' em Nova York (EUA).  De volta à sua categoria padrão, o havaiano mira defender seu posto em julho, mas sem descartar uma superluta contra o russo que agora detém o título da divisão de cima.

O californiano Brian Ortega assegurou sua chance de disputar o título de Holloway após nocautear Frankie Edgar, no último mês de março. Em entrevista ao portal 'MMA Fighting', o campeão demonstrou vontade de realizar esta defesa no UFC 226, marcado para o próximo dia 7 de julho.

"Dana (White, presidente do UFC), me ligou (após o UFC 223) e me disse que estava tudo bem e me agradeceu por ter tentado. Agora é a vez de Ortega. Espero que consigamos entrar neste card de julho Dana disse que é o mais provável. Ele disse que eu tinha negócios para tratar com Ortega. Não me disse uma data, mas espero que seja em julho. Espero que seja em julho para que eu possa voltar para Nova York e tentar isso de novo (luta com Khabib)", revelou.

Na mesma entrevista, Max Holloway expressou muita vontade de realizar uma superluta com Khabib Nurmagomedov em Nova York, após ser impedido pela junta médica da Comissão Atlética (NYSAC). De acordo com 'Blessed', o seu desejo é de enfrentar o russo na famosa arena Madison Square Garden.

"Madison Square Garden, nós precisamos tentar isso mais uma vez. Isso é o que eu quero fazer. Os fãs falam sobre isso. Eu vejo que muitos pedem essa luta e falam comigo no Twitter. Vamos fazer, então. Eu quero lutar e quero mostrar a todos quem é o Blessed", avisou o havaiano.

Max Holloway se tornou o campeão dos penas após nocautear José Aldo em junho de 2017. O americano fez sua primeira defesa de cinturão em uma revanche contra o manauara e venceu por nocaute novamente, dessa vez em dezembro de 2017. Blessed não é derrotado desde agosto de 2013, quando perdeu para Conor McGregor por decisão unânime.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte